Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Temos armas hipersônicas': Rússia dará resposta à saída dos EUA do Tratado INF, diz Putin

A Rússia não deixará a decisão dos Estados Unidos de retirar-se unilateralmente do tratado de armas nucleares sem resposta, garantiu o presidente russo Vladimir Putin, acrescentando que o país não precisa se unir a outra corrida armamentista.
Sputnik

Moscou ainda está pronta para continuar dialogando com Washington sobre o tratado bilateral que proíbe os mísseis de médio alcance, que se tornou uma das pedras angulares do desarmamento nuclear, disse o líder russo em uma reunião do governo em Sochi. Ainda assim, os EUA devem "tratar esta questão com total responsabilidade", disse o presidente, acrescentando que a decisão de Washington de retirar-se do acordo "não pode e não ficará sem resposta".


Estas não são ameaças vazias, advertiu Putin. Ele disse que a Rússia já havia advertido os EUA contra a saída do tratado ABM que regulamenta os sistemas de mísseis e avisou Washington sobre possíveis retaliações. "Agora, temos armas hipersônicas capazes de penetrar qualquer…

Denunciam atos de ultradireitistas para confrontar as duas Coreias

Um porta-voz do Conselho Consultivo para a Reconciliação Nacional da RPDC condenou hoje as forças conservadoras de extrema-direita da Coreia do Sul que tentam intensificar o confronto entre os dois países.


Prensa Latina


Pyongyang - A propósito da prevista participação de uma ampla delegação da Coreia Democrática nos Jogos Olímpicos de Inverno Pyeongchang 2018, o Partido Patriótico Coreano e outras forças conservadoras da Coreia do Sul realizaram marchas contra a RPDC na praça da Estação de Seul.

Reprodução

Além disso, protestaram fora do Estádio Internacional de Patinação Inchon, onde queimaram retratos, símbolos da dignidade da liderança suprema e bandeiras da República Popular Democrática da Coreia (RPDC).

Foram incineradas também bandeiras da Unificação Coreana, sublinha a agência de notícias KCNA, sem precisar o nome do porta-voz.

Os citados grupos realizaram esta semana uma coletiva de imprensa 'contra os Jogos Olímpicos de Pyongyang' e manifestaram-se contrários à delegação de artistas da RPDC que chegou por via marítima à Coreia do Sul.

Alertou que as organizações conservadoras planejam continuar com os atos de enfrentamento contra a RPDC em várias partes, incluído o hotel onde se hospedará o grupo de artistas da Coreia Democrática e onde a companhia teatral se apresentará em 8 de fevereiro, no Dia do Exército da RPDC e durante os Jogos Olímpicos.

A situação demonstra claramente 'quem é o inimigo da reunificação no caminho da melhoria das relações norte-sul e da paz na península coreana, e quem é o principal culpado de instigar o confronto com os compatriotas', enfatizou a fonte ao referir-se que 'por trás de todas estas ações também está os Estados Unidos'.

Solicitou às autoridades da Coreia do Sul a tomar medidas decisivas ante estes fatos que põem em perigo uma franca aproximação entre os dois povos.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas