Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

Denunciam cooptação ilegal de venezuelanos por exército da Colômbia

O ministro de Relações Interiores, Justiça e Paz da Venezuela, Néstor Reverol, denunciou hoje o recrutamento ilegal de venezuelanos pelo exército da Colômbia para gerar desestabilização na fronteira e justificar uma intervenção militar.


Prensa Latina


Caracas - Em declarações à Venezuelana de Televisão, Reverol explicou que o recrutamento parte de um plano impulsionado a partir da Colômbia para criar 'falsos positivos' como alertou o presidente Nicolás Maduro.

Resultado de imagem para nestor reverol ministro
Néstor Reverol | Reprodução

Até o momento, 150 venezuelanos aproximadamente já cumpriram o período básico de treinamento militar nas tropas do país vizinho, indicou.

Reverol qualificou de grave que também facilitem aos recrutados de maneira rápida documentos de identidade colombiana, para depois incorporá-los imediatamente ao serviço militar obrigatório.

Destacou que estas ações podem servir para falsos positivos pelo governo da Casa Nariño, e assim poder justificar uma agressão à Venezuela.

Advertiu que se pretende criar forças paramilitares altamente doutrinadas, 'com capacidade de se mobilizar livremente em território venezuelano e realizar operações nas quais se construam casos de suposta infiltração de militares venezuelanos nas fileiras das forças armadas colombianas'.

O ministro acrescentou que as unidades militares da Colômbia efetuam a cooptação na zona norte de Santander, que conta com a presença de grupos geradores de violência, como paramilitares e facções criminosas, e que recrutam homens e mulheres com experiência militar, sublinhou.

Informou que o presidente venezuelano instruiu ao ministro para a Defesa, Vladimir Padrino, se comunicar com seu homólogo colombiano, Luis Villegas, para coordenar mecanismos de comunicação permanente e viabilizar os detalhes e informações relacionadas com esta denúncia.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas