Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Descoberta de bomba da Segunda Guerra fecha aeroporto de Londres

Voos do London City foram cancelados. Cerca de 16 mil passageiros serão afetados.


EFE


A descoberta de uma bomba da II Guerra Mundial em uma área próxima do rio Tâmisa provocou o fechamento do aeroporto London City Airport, acarretando no cancelamento de todos os voos programados para esta segunda-feira (12).

London City Airport, aeroporto na Inglaterra (Foto: PrivateFly/Divulgação)
London City Airport, aeroporto na Inglaterra (Foto: PrivateFly/Divulgação)

O fechamento do aeroporto do leste da capital britânica afetará 16 mil passageiros depois que o explosivo foi encontrado neste domingo de manhã durante a realização de obras no local, segundo informou a Polícia Metropolitana de Londres (Met).

O aeroporto foi fechado às 22h (horário local, 20h de Brasília) de ontem e os agentes trabalham agora em colaboração com soldados da Marinha Britânica para retirar a bomba.

Em sua conta no Twitter, o aeroporto explicou que uma zona de exclusão de 214 metros foi implementada como precaução. Por isso, o aeroporto estaria fechado.

"Reconheço que isto está ocasionando inconvenientes a nossos passageiros e, em particular, a alguns dos moradores da área", afirmou hoje o executivo-chefe do aeroporto, Robert Sinclair, a meios de comunicação locais.

O aeroporto foi fechado às 22h (horário local, 20h de Brasília) de ontem e os agentes trabalham agora em colaboração com soldados da Marinha Britânica para retirar a bomba.

Em sua conta no Twitter, o aeroporto explicou que uma zona de exclusão de 214 metros foi implementada como precaução. Por isso, o aeroporto estaria fechado.

"Reconheço que isto está ocasionando inconvenientes a nossos passageiros e, em particular, a alguns dos moradores da área", afirmou hoje o executivo-chefe do aeroporto, Robert Sinclair, a meios de comunicação locais.

Postar um comentário