Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Exército dos EUA estaria se preparando para guerra terrestre de grande escala

As Forças Armadas dos EUA publicaram anúncio para a compra de aproximadamente 150 mil munições para obuseiros de 155 mm, comunicou o portal Task and Purpose.


Sputnik

O volume da encomenda aumentou 825% em comparação com anúncios anteriores. A lista inclui projéteis reativos Excalibur destinados ao combate de proximidade. Tal número de projetis é necessário para os soldados treinarem o cumprimento de operações convencionais terrestres.


Obuseiro autopropulsado M109A6 Paladin (imagem referencial)
Obuseiro autopropulsado M109A6 Paladin dos EUA © Foto: Staff Sgt. Nathan Gallahan

"Estamos nos preparando para combate em conflitos que exigem uma determinação especial", assinalou o major-general Paul Chamberlain, diretor do orçamento do exército norte-americano, citado pelo portal.

Os militares frisaram que as Forças Armadas não têm falta de projéteis, mas estão recuperando e renovando o arsenal de munições.

Anteriormente, a Casa Branca solicitou US$ 6,3 bilhões (R$ 20 bilhões) ao Congresso para financiar a Iniciativa Europeia de Contenção, um programa destinado à contenção da "agressão russa" na região. É planejado gastar esses recursos para aumento da presença militar norte-americana na Europa.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas