Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Exército dos EUA estaria se preparando para guerra terrestre de grande escala

As Forças Armadas dos EUA publicaram anúncio para a compra de aproximadamente 150 mil munições para obuseiros de 155 mm, comunicou o portal Task and Purpose.


Sputnik

O volume da encomenda aumentou 825% em comparação com anúncios anteriores. A lista inclui projéteis reativos Excalibur destinados ao combate de proximidade. Tal número de projetis é necessário para os soldados treinarem o cumprimento de operações convencionais terrestres.


Obuseiro autopropulsado M109A6 Paladin (imagem referencial)
Obuseiro autopropulsado M109A6 Paladin dos EUA © Foto: Staff Sgt. Nathan Gallahan

"Estamos nos preparando para combate em conflitos que exigem uma determinação especial", assinalou o major-general Paul Chamberlain, diretor do orçamento do exército norte-americano, citado pelo portal.

Os militares frisaram que as Forças Armadas não têm falta de projéteis, mas estão recuperando e renovando o arsenal de munições.

Anteriormente, a Casa Branca solicitou US$ 6,3 bilhões (R$ 20 bilhões) ao Congresso para financiar a Iniciativa Europeia de Contenção, um programa destinado à contenção da "agressão russa" na região. É planejado gastar esses recursos para aumento da presença militar norte-americana na Europa.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas