Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Exército mata 12 supostos terroristas e detém 92 no Sinai, diz Egito

Desde sexta-feira (9), morreram 28 supostos terroristas e 126 foram detidos, segundo o Exército. Operação segue em andamento, diz governo.


EFE


As Forças Armadas do Egito anunciaram nesta segunda-feira (12) a morte de 12 supostos terroristas e a detenção de outros 92 suspeitos no Sinai, no nordeste do país, dentro da operação de segurança iniciada na sexta-feira (9) passada.

Resultado de imagem para Forças Armadas do Egito
Tropas do Egito | Reprodução

Desde então, morreram 28 supostos terroristas e 126 foram detidos, segundo os comunicados difundidos pelo porta-voz do Exército, Tamer al Refai, nos quais não se tem informado de vítimas civis nem nas fileiras militares.

O Serviço de Informação do Estado lembrou à imprensa estrangeira que são obrigados a usar como única fonte os comunicados oficiais do Exército e do Ministério de Interior.

A operação, que continua em andamento, foi lançada na sexta passada, faltando 15 dias para o começo da campanha eleitoral para as eleições presidenciais, que acontecem entre 26 e 28 de março e nas quais o ex-marechal Abdul Fatah al Sisi busca a reeleição.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas