Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Exército sírio está atacando com sucesso os terroristas no noroeste do país (VÍDEO)

O exército sírio continua a libertar dos terroristas as povoações situadas na região de fronteira entre as províncias de Hama, Idlib e Aleppo. A aviação russa presta todo o apoio às forças terrestres sírias.


Sputnik

Uma fonte no exército sírio disse à Sputnik Árabe que as unidades de assalto de elite libertaram as povoações a sudoeste do aeródromo Abu al-Duhur anteriormente libertado.


Forças governamentais sírias patrulham o aeroporto militar Abu al-Duhur na província de Idlib
Militares sírios em Idlib © AFP 2018/ George OURFALIAN

A fonte também comunicou que as forças que estão realizando a ofensiva no leste de Hama conseguiram ocupar a colina estratégica de Rasm al-Dahal. Graças a isso, o exército poderá controlar as áreas de Totah e Hajilah. 


Ao mesmo tempo, as forças governamentais realizaram uma operação bem-sucedida no sul da província de Aleppo onde, após combates contra os militantes da Frente al-Nusra, libertaram as povoações de Al-Mulahamah e Atshanah Sharqiyah.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas