Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Expansão da OTAN na Europa é uma 'relíquia da Guerra Fria', diz Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse em entrevista à imprensa sérvia publicada nesta quarta-feira (horário local) que a Rússia não quer uma nova corrida armamentista.
Sputnik

"Não vamos fechar os olhos ao desdobramento de mísseis de cruzeiro dos EUA [na Europa] e sua ameaça direta à nossa segurança. Teremos que tomar medidas eficazes de retaliação. Mas como país responsável e sensato, a Rússia não está interessada em uma nova corrida armamentista", afirmou.


Segundo o presidente russo, Moscou enviou em dezembro a Washington algumas propostas sobre a manutenção do Tratado INF. Além disso, Putin destacou que a Rússia está pronta para um diálogo sério com os Estados Unidos sobre toda a agenda estratégica.

No entanto, os Estados Unidos parecem ter uma política de "desmantelamento" em relação ao controle global de armas, acrescentou o presidente russo.

Durante a entrevista aos meios de comunicação sérvios, Putin também instou os parceiros ocidentais a estabelecer um …

Índia realizará manobras navais para frear influência da China no Oceano Índico

Ao menos 17 países confirmaram sua intenção de participar das manobras de grande escala Milan-2018, organizadas pela Índia, comunicou em entrevista a jornalistas um representante da Marinha indiana, capitão D. K. Sharma.


Sputnik

De acordo com o representante indiano, cujo nome completo não pode ser divulgado de acordo com as normas do país, as manobras decorrerão de 6 a 13 de março e delas participarão frotas da Austrália, Vietnã, Indonésia, Bangladesh, Mianmar, Maurício, Nova Zelândia, Omã, Tailândia, Sri Lanka, Singapura, Tanzânia, Maldivas, Camboja, Quênia e Malásia.


Navios da Marinha da Índia (foto de arquivo)
Navios da Marinha da Índia © AP Photo/ Rafiq Maqbool

"A colaboração no âmbito dos treinamentos Milan inclui a troca de opiniões e ideias quanto à manutenção de paz no espaço marítimo, bem como a intensificação da colaboração regional a fim de lutar contra ações ilícitas no mar", frisou o representante, citado pelo serviço de imprensa do exército indiano.

De acordo com ele, os treinamentos passaram os limites das manobras regionais e se converteram em um "prestigioso evento internacional", no qual participam as marinhas dos países de todo o Oceano Índico.

Vale destacar que um dos principais assuntos a discutir no âmbito das futuras manobras será a presença naval da China na região, frisou o alto funcionário.

As manobras Milan foram realizadas pela primeira vez em 1995 e, nesse ano, contaram com a participação de somente cinco países. Desde então, os treinamentos são realizados duas vezes por ano.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas