Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Irã respalda integridade territorial da Síria

Irã respalda a integridade territorial da Síria e rechaçará qualquer manobra relacionada com essa intenção, afirmou um assessor do líder da Revolução Islâmica do país persa, em declarações difundidas hoje.


Prensa Latina


Teerã - Ali Akbar Velayati, conselheiro para Assuntos Internacionais do imã Ali Jamenei, enfatizou que o governo iraniano fará todo o possível para frustrar planos dos Estados Unidos destinados a desmembrar o vizinho país.

Ali Akbar Velayati | Reprodução

'Irã respalda a integridade territorial da Síria e não permitirá agressão alguma contra seu território', assegurou Velayati.

O também diretor do Centro de Estudos Estratégicos do Conselho de Discernimento do Sistema da República Islâmica do Irã, denunciou que Washington tenta dividir a Síria com a criação de um Estado na orla leste do rio Éufrates, nas mãos de curdos, e depois reconhecê-lo.

'Esse objetivo nunca se materializará (...) desbarataremos essa manobra', afirmou Velayati durante uma cerimônia de homenagem ao aniversário 39 da vitória da Revolução Islâmica do Irã.

O especialista fez um paralelo desse projeto norte-americano com as tentativas separatistas do Curdistão iraquiano mediante um referendo em setembro de 2017, a cujos organizadores chamou de mercenários e ignorantes.

Em meados de janeiro último, conheceu-se as intenções da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos contra o Daesh ou Estado Islâmico, para criar, sob seu amparo, unidades curdas de controle fronteiriço no norte da Síria.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas