Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Irã tem base militar na Síria?

A chancelaria russa não dispõe de dados sobre a possível existência de uma base militar do Irã perto de Palmira, disse vice-ministro do Exterior russo, Mikhail Bogdanov.


Sputnik

"Não disponho dessa informação", afirmou vice-ministro sendo perguntado sobre a existência da uma base iraniana perto de Palmira.


O Exército Sírio e os milícias perto de Palmira
Mig 21 sírio em Palmira © Sputnik/ Mikhail Voskresensky

No que diz respeito ao recente incidente no espaço aéreo de Israel e Síria, Bogdanov apelou às partes para que mantenham calma e não provoquem a escalada da tensão na região.

"Apelamos a todos à calma, para não permitir uma escalada muito perigosa nos países da região", declarou Mikhail Bogdanov.

As declarações do vice-chanceler russo vêm alguns dias depois da derrubada de um caça israelense pelo sistema de defesa aérea sírio.

No sábado (10), militares israelenses declararam ter interceptado um drone iraniano que violou o espaço aéreo do país vindo do território sírio. Como resposta, a Força Aérea de Israel atacou uma base de drones na área de Palmira, ao que a Síria, por sua vez, respondeu com fogo de baterias antiaéreas, acabando por derrubar um avião israelense. A tripulação conseguiu se ejetar.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas