Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Israel revela como exército sírio conseguiu abater seu caça F-16

Um F-16 israelense foi derrubado em 10 de fevereiro por um míssil sírio devido a um erro do piloto, informou a comissão responsável pela análise do incidente.


Sputnik

Segundo o relatório, a tripulação do F-16 continuou a realizar a tarefa em vez de se focar na autodefesa.


Caças israelenses F-16 no ar sobre a base militar Hatzerim perto de cidade israelense de Beersheva, Israel, 31 de dezembro de 2015
F-16 Fighting Falcon israelense © AFP 2018/

O documento diz que os pilotos informaram com antecedência sobre um ataque vindo da terra contra eles. Sublinha-se que as ações da tripulação não correspondem às instruções padrões de comportamento durante um ataque inimigo. Mesmo assim, a decisão de deixar o avião atingido foi considerada correta.

Ambos os membros da tripulação do F-16, piloto e copiloto, conseguiram se ejetar sobre o território do país. O piloto está gravemente ferido e continua no hospital. O copiloto já voltou ao trabalho.

De acordo com os militares, este é o primeiro avião de combate israelense desde 1982 que foi derrubado por um ataque vindo da terra. O caça estava participando do ataque contra uma base aérea perto da cidade síria de Palmira, de onde, segundo Tel Aviv, tinha lançado um drone de produção iraniana que depois entrou no espaço aéreo de Israel.

Depois da derrubada em questão, a Força Aérea israelense atacou mais uma dúzia de alvos na Síria, incluindo baterias de defesa antiaérea.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas