Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

'Jerusalém será capital do califado Islâmico'

O xeique Kamal al-Khatib, vice-presidente do Movimento Islâmico ilegal em Israel, promete que Jerusalém será capital do califado, informa o portal Arutz Sheva.


Sputnik

"A cidade de Al-Quds [nome árabe de Jerusalém] é a capital de califado islâmico" e "com ajuda de Alá, ela se tornará realidade muito em breve", advertiu o líder da formação islamista próxima da Irmandade Muçulmana, que é uma organização islâmica radical.


Palestinos rezando na mesquita Al-Aqsa na Cidade Velha de Jerusalém
Palestinos rezando na Mesquita Al-Aqsa, na Cidade Velha em Jerusalém © AP Photo/ Mahmoud Illean

Em alusão às autoridades palestinas, Kamal al-Khatib condena aqueles que se limitam a falar do seu amor e ligação espiritual à mesquita de Jerusalém Al-Aqsa, o terceiro lugar mais sagrado do islã, mas nunca chegaram a ir ao local. Para ele, quem sente esse amor verdadeiro mostra-o com "atividades islâmicas nas mesquitas, renovando as casas de muçulmanos na Cidade Velha de Jerusalém" ou ao ser "detidos ou obrigados a pagar uma multa por suas atividades".

Al-Khatib recorda como as autoridades palestinas negociaram o estatuto de Jerusalém durante os Acordos de Oslo de 1993 e agora "derramam lágrimas de crocodilo" ao ver que a cidade sagrada "é cada vez mais judaica".

No dia 6 de dezembro de 2017, o presidente dos EUA declarou que o seu país reconhece a cidade de Jerusalém como capital de Israel e anunciou a transferência da embaixada norte-americana, que atualmente se encontra em Tel Aviv.

Numerosos líderes mundiais se mostraram preocupados com a decisão da administração do presidente norte-americano.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas