Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Expansão da OTAN na Europa é uma 'relíquia da Guerra Fria', diz Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse em entrevista à imprensa sérvia publicada nesta quarta-feira (horário local) que a Rússia não quer uma nova corrida armamentista.
Sputnik

"Não vamos fechar os olhos ao desdobramento de mísseis de cruzeiro dos EUA [na Europa] e sua ameaça direta à nossa segurança. Teremos que tomar medidas eficazes de retaliação. Mas como país responsável e sensato, a Rússia não está interessada em uma nova corrida armamentista", afirmou.


Segundo o presidente russo, Moscou enviou em dezembro a Washington algumas propostas sobre a manutenção do Tratado INF. Além disso, Putin destacou que a Rússia está pronta para um diálogo sério com os Estados Unidos sobre toda a agenda estratégica.

No entanto, os Estados Unidos parecem ter uma política de "desmantelamento" em relação ao controle global de armas, acrescentou o presidente russo.

Durante a entrevista aos meios de comunicação sérvios, Putin também instou os parceiros ocidentais a estabelecer um …

Militar ucraniano mata seu colega em Donbass

Um militar ucraniano, ao manipular sua arma, matou um colega em uma das unidades militares posicionada em Donbass, informou na segunda (19) o centro de imprensa das Forças Armadas da Ucrânia através do Facebook.


Sputnik

"De acordo com informações preliminares, no dia 18 de fevereiro, como resultado de manuseio descuidado de uma arma, um militar feriu seu colega. A vítima do ferimento foi imediatamente socorrida no local e transferida para o hospital militar. Infelizmente, os médicos não conseguiram salvar o militar", informa o comunicado.


Militares ucranianos em Donbass, 5 de fevereiro de 2017
Militares ucranianos em Donbass © AFP 2018/ Aleksey FILIPPOV

Segundo o centro de imprensa, representantes do serviço judicial militar das Forças Armadas da Ucrânia estão investigando as causas e circunstâncias do ocorrido.

Em abril de 2014, a Ucrânia iniciou uma operação militar nas províncias orientais de Donetsk e Lugansk, onde foram proclamadas repúblicas populares em resposta ao violento golpe de Estado que ocorreu em Kiev em fevereiro do mesmo ano. Segundo estimativas da ONU, desde o início da crise, as hostilidades resultaram em cerca de 10.100 mortes.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas