Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Argentina concorda em construir bases norte-americanas em seu território

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, aprovou a construção no país de várias bases militares dos EUA, informou no sábado (21) o portal mexicano Aristegui Noticias com referência a fontes informadas.
Sputnik

De acordo com o portal, trata-se de ao mínimo três bases militares a serem construídas nas províncias de Neuquén (onde fica a jazida de gás de xisto Vaca Muerta), Misiones e Tierra del Fuego, de onde se pode controlar a Antártida.

A sua criação deve ser financiada pelo Comando Sul dos EUA. Um dos principais adeptos da criação de bases seria a ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich.

Além disso, nota o portal mexicano, a ministra elogiou a chegada ao país de instrutores americanos que efetuam a preparação dos policiais argentinos antes da cúpula do G20 em novembro. Isso viola as atuais leis argentinas, porque é necessário obter a autorização do Congresso para tais ações, algo que não foi feito.

Ministério da Defesa russo: Frente al-Nusra é o principal desestabilizador na Síria

Segundo o Ministério russo, o grupo terrorista Frente al-Nusra (proibido na Rússia) é a fonte principal da situação instável da Síria, declarou o representante oficial da entidade, Igor Konashenkov.


Sputnik

Ele sublinhou que os terroristas deste grupo, recebendo apoio em armas e dinheiro, tentam minar o processo de paz nas zonas de desescalada, expulsando os grupos da oposição moderada.


Militantes do grupo jihadista conhecido como Frente al-Nusra
Terroristas da Frente al-Nusra © AFP 2018/ Guillaume Briquet

Para o representante do Ministério é muito preocupante o fato de os terroristas da Frente al-Nusra possuírem sistemas de mísseis antiaéreos portáteis que podem ser usados "não apenas na Síria e não apenas contra aviões militares".

"O Ministério da Defesa está trabalhando para estabelecer o tipo destes sistemas e canais pelos quais os terroristas os obtêm", disse Konashenkov.

Para além disso, ele acrescentou que o grupo Al-Qaeda (organização terrorista, proibida na Rússia) virou um instrumento nas mãos de países com alta tecnologia que estão descontentes com o papel-chave da Rússia na libertação da Síria.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas