Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Su-57 russo supera caças de 5ª geração F-22 e F-35 dos EUA, diz piloto militar

O uso de caças F-22 pela Força Aérea dos EUA na Síria privou este modelo de suas vantagens sobre aeronaves russas, segundo a mídia norte-americana. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, um piloto militar russo comentou a situação.
Sputnik

A utilização de caças norte-americanos F-22 na Síria privou os EUA das vantagens destes caças em relação aos caças russos, escreveu o jornal Military Watch. Segundo Veralinn Jamieson, tenente-general da Força Aérea dos EUA, os céus do Iraque e da Síria se tornaram "armazém de informações" para russos sobre atuação de caças estadunidenses durante operações.

Segundo o autor do artigo, os russos tiveram bastante tempo para analisar e testar a tecnologia de furtividade dos F-22, além de terem coletado dados sobre o uso da aeronave e encontrado meios de combatê-la. Além disso, a Rússia poderá usar essas tecnologias na fabricação de suas aeronaves.

O artigo enfatiza que os radares dos sistemas de mísseis antiaéreos S-300 e S-400 da Rússia …

Ministério da Defesa russo: Frente al-Nusra é o principal desestabilizador na Síria

Segundo o Ministério russo, o grupo terrorista Frente al-Nusra (proibido na Rússia) é a fonte principal da situação instável da Síria, declarou o representante oficial da entidade, Igor Konashenkov.


Sputnik

Ele sublinhou que os terroristas deste grupo, recebendo apoio em armas e dinheiro, tentam minar o processo de paz nas zonas de desescalada, expulsando os grupos da oposição moderada.


Militantes do grupo jihadista conhecido como Frente al-Nusra
Terroristas da Frente al-Nusra © AFP 2018/ Guillaume Briquet

Para o representante do Ministério é muito preocupante o fato de os terroristas da Frente al-Nusra possuírem sistemas de mísseis antiaéreos portáteis que podem ser usados "não apenas na Síria e não apenas contra aviões militares".

"O Ministério da Defesa está trabalhando para estabelecer o tipo destes sistemas e canais pelos quais os terroristas os obtêm", disse Konashenkov.

Para além disso, ele acrescentou que o grupo Al-Qaeda (organização terrorista, proibida na Rússia) virou um instrumento nas mãos de países com alta tecnologia que estão descontentes com o papel-chave da Rússia na libertação da Síria.


Postar um comentário