Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil abre processo administrativo para apurar vídeo de militares dançando 'Jenifer' em navio

Em nota, a Marinha informou que e 'foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições' e que irá apurar o ocorrido.
Por G1 Rio

A Marinha do Brasil instaurou um processo administrativo para apurar um vídeo em que um grupo de militares aparece dançando a música "Jenifer" em um navio oficial.


A embarcação, segundo a Marinha, é o Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito, que fica sediado no Rio de Janeiro. A gravação foi feita durante o estágio de mar de militares.

Em nota, a Marinha informou que "foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições da Marinha" e que, para ampliar a apuração do ocorrido, foi instaurado um procedimento administrativo "cuja conclusão, certamente, conterá as propostas pertinentes às necessárias correções no inaceitável comportamento".

Assista o vídeo

Na província síria de Deir ez-Zor são encontrados mísseis da produção israelense

O exército sírio encontrou na província de Deir ez-Zor uma grande quantidade de armas e munições, algumas quais foram produzidas em Israel.


Sputnik

O exército sírio encontrou na província de Deir ez-Zor depósitos com "um grande número de mísseis, granadas de morteiro e projéteis de tanques, alguns de produção israelense". Ademais, os militares descobriram na área canhões, minas e artefatos explosivos fabricados localmente, comunicou a agência estatal síria SANA, citando fontes militares do país.


Resultado de imagem para armas israelenses na siria
Copyright © Prof Michel Chossudovsky, Global Research, 2017

Comunica-se que os depósitos foram identificados nos povoados de Sayal e Hasrat, nas proximidades da cidade de Abu Kemal.

Além disso, a edição informou que dentro de um túnel, situado a leste da cidade de Al-Mayadin, havia uma autêntica fábrica de produção de projéteis e explosivos. As unidades do exército sírio encontraram também barris com uma substância não identificada que provavelmente poderia ser utilizada para produzir substâncias tóxicas.

A província de Deir ez-Zor foi completamente libertada dos combatentes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) em 2017.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas