Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Nota da FAB sobre o C-105 Amazonas acidentado em Surucucu

Com relação ao texto intitulado “Avião C-105 acidentado em Roraima foi canibalizado”, publicado na segunda-feira (05/02) no site Poder Aéreo, este Centro esclarece:



Poder Aéreo

Prezado Alexandre,

Todos os equipamentos embarcados, motores, hélices, assentos e demais itens passíveis de remoção já foram recolhidos e estão em processo de recertificação para reaproveitamento pela Força Aérea Brasileira.


Reprodução

O Comando-Geral de Apoio realizou estudo de viabilidade técnica, financeira e logística para retirar a fuselagem da aeronave. A operação deve ocorrer em breve.

Atenciosamente,

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Centro de Comunicação Social da Aeronáutica


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas