Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Oposição canadense reconhecerá Al-Quds como ‘capital’ de Israel

O Partido Conservador do Canada, em caso de ganhar as eleições previstas para o 2019, acatará a decisão anunciada em dezembro pelo presidente dos EUA, Donald Trump, sobre Al-Quds (Jerusalém) e reconhecerá esta cidade palestina como ‘capital’ de Israel.


ParsToday

“Nós, os conservadores Canadenses, liderados por Andrew Scheer, reconheceremos Jerusalém como capital de Israel quando formemos um Governo em 2019”, prometeu a oposição canadense em um comunicado recolhido na segunda-feira pelos meios.


Oposição canadense reconhecerá Al-Quds como ‘capital’ de Israel
Reprodução

Descrevendo a seu partido como “uma poderosa voz para Israel e a comunidade judia”, que reside no Canada, os conservadores, assim mesmo, enfatizaram que Israel, como qualquer outra “nação soberana”, tem “direito” a determinar onde se encontra sua capital.

A oposição canadense não detalhou se, em caso de ganhar as eleições, transferirá também a embaixada de seu país de Tel Aviv a Al-Qods, mas também não descartou a ideia.

Em tal sentido, Jake Enwright, um porta-voz de Scheer, explicou que até momento a política da oposição se centra no reconhecimento e que o partido discutirá o da embaixada em outra data ainda sem determinar.

Enwright prosseguiu alegando que, se os canadenses desejam um Governo que reconheça Al-Quds como capital de Israel, “nós queremos seu apoio” para realizá-lo.

Não obstante, o atual premiê do Canada, Justin Trudeau, expressou em dezembro de 2018 sua oposição à medida estadounidense contra Al-Quds, argumentando que o status da cidade deve ser resolvido por meio de negociações.

Naquele tempo, Trudeau, do Partido Liberal, assegurou que não mudará a embaixada do país a al-Quds, na contramão da decisão de Washington, que contempla em fazer em maio, coincidindo com o 70º aniversário da fundação do regime israelense, no dia 14 de maio: data na qual os palestinos remoran no Dia da Nakba (catástrofe, em espanhol).

A decisão dos EUA sobre Al-Quds provocou uma onda de críticas de diferentes países do mundo, inclusive dos aliados mais próximos de Washington, como o Reino Unido.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas