Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Pentágono confirma que vai transferir tropas do Iraque ao Afeganistão

Os Estados Unidos vão transferir tropas do Iraque para o Afeganistão, no entanto, a mudança não representará grande "êxodo" de soldados dos EUA do país, disse o porta-voz do Departamento de Defesa, Eric Pahon, à Sputnik.


Sputnik

"Isso [a transferência de tropas] está correto, mas não consigo falar de números ou dar detalhes sobre a mudança", disse Pahon, quando pediu o tópico.


US soldiers part of NATO patrol during the final day of a month long anti-Taliban operation by the Afghan National Army (ANA) in various parts of eastern Nangarhar province, at an Afghan National Army base in Khogyani district on August 30, 2015
© AFP 2018/ Noorullah Shirzada

No início do dia, o porta-voz do governo do Iraque, Saad Hadithi, disse que os Estados Unidos começaram uma redução gradual de suas tropas no país.

"Há uma tendência descendente nas tropas dos EUA lá [no Iraque], mas não um enorme êxodo iminente", disse Pahon. "Nós continuaremos nossa presença enquanto os iraquianos nos pedirem".

O Pentágono disse em um comunicado anterior que a Coalizão comandada pelos EUA contra o Daesh deslocaria o foco das operações de combate no Iraque para sustentar e garantir os ganhos contra a organização terrorista.


Postar um comentário