Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA vão suspender Tratado INF se Rússia não cumprir acordo, diz vice-secretário de Estado

Os EUA vão suspender suas obrigações no Tratado INF, que trata a respeito armas nucleares de médio alcance, no dia 2 de fevereiro se a Rússia não apresentar provas de que está cumprindo o acordo, disse o vice-secretário de Estado.
Sputnik

Em outubro, o presidente dos EUA anunciou que seu país abandonaria o Tratado INF, assinado pelos Estados Unidos e pela União Soviética em 1987.


Trump argumentou que Moscou estava desenvolvendo mísseis que violam esse pacto.

Em 4 de dezembro, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que Washington suspenderia sua adesão ao INF no prazo de 60 dias se a Rússia não voltasse a cumprir suas obrigações.

No entanto, a Rússia nega categoricamente todas as acusações. O líder russo, Vladimir Putin, declarou que Moscou se opõe à violação do Tratado INF, mas responderá se isso acontecer.

Putin assina novo programa estatal de armamento russo

O vice-primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Rogozin, declarou neste domingo (25) que o novo programa estatal de armamento russo para os anos de 2018 a 2027 já foi promulgado pelo presidente Vladimir Putin.


Sputnik

"O documento foi assinado pelo presidente", disse Rogozin em entrevista à mídia russa.


Presidente russo Vladimir Putin na base aérea russa de Hmeymim, na Síria, 11 de dezembro
Vladimir Putin © Sputnik/ Mikhail Klimentyev

Em novembro passado, estimava-se que o valor do programa seria de cerca de 335 bilhões de dólares. Rogozin observou que para o novo programa foi considerada a experiência do uso de armas e material de guerra em condições de combate na Síria.

No total, de acordo com o vice-primeiro-ministro russo, a Rússia testou mais de 200 tipos de armas e tecnologia militar no país árabe.

"Robótica, sistemas intelectuais, veículos não tripulados de combate e inteligência, invulnerabilidade das aeronaves aos ataques com armas, tudo isso está contido no novo programa de armas estatal", disse Rogozin.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas