Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Putin e Erdogan decidem fortalecer união entre forças armadas para aniquilar terrorismo

O presidente russo, Vladimir Putin, e seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, sublinharam a necessidade de respeitar o regime de cessar-fogo na Síria.


Sputnik

Putin e Erdogan, decidiram fortalecer cooperação entre as forças armadas e serviços especiais dos dois países na luta contra terrorismo, declarou o Kremlin.


Presidente turco Recep Tayyip Erdogan e o presidente russo Vladimir Putin durante o encontro bilateral em Kremlin, Moscou, Rússia, setembro de 2015
Recep Tayyip Erdogan e Vladimir Putin © Sputnik/ Aleksei Druzhinin

Durante conversa telefônica, eles também discutiram perspectivas de novos contatos. O presidente turco expressou condolências pelo piloto russo, Roman Filipov, que foi morto por terroristas na Síria em 3 de fevereiro.

"Foi acordado fortalecimento de cooperação das ações entre as forças armadas e serviços especiais da Federação da Rússia e da República Turca no âmbito da luta contra os grupos terroristas que violam o regime de cessar-fogo", lê-se no comunicado da assessoria de imprensa do Kremlin.

As partes sublinharam a necessidade de respeitar os acordos de Astana sobre a criação das zonas de desescalada na Síria, a importância de cooperação entre a Rússia, Turquia e Irã no âmbito do processo de paz no país e estabelecimento de novos contatos a deferentes níveis.

Anteriormente, o canal de televisão turco NTV informou que os dois presidentes acordaram realizar em breve a segunda cúpula trilateral entre Rússia, Turquia e Irã sobre a Síria na cidade turca de Istambul.

O conflito armado na Síria se arrasta desde março de 2011. As partes no conflito e os representantes da comunidade internacional negociam a reconciliação em Genebra e Astana. A cooperação eficaz entre a Rússia, a Turquia e o Irã levou à criação de quatro zonas de desescalada na Síria.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas