Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Região perto de Idlib é alvo de intensos bombardeios

Pelo menos cinco pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nos intensos bombardeios feitos por aviões não identificados neste sábado, na localidade de Saraqib, a 19km de Idlib, como parte de uma ofensiva do governo da Síria.


EFE

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que dezenas de pessoas ficaram gravemente feridas, mas não conseguiu especificar a quantidade exata. Além disso, centenas de casas foram destruídas, nesta que é uma das regiões mais importantes do leste de Idlib.


Resultado de imagem para idlib síria
Reduto da al-Qaeda em Idlib, Síria © Twitter: @Conflicts

Com estas mortes, sobe para 192 o número de vítimas, entre eles 50 crianças, de 25 de dezembro até hoje, indicou a ONG.

Ao todo, 35 ataques aéreos foram lançados em vários pontos de Saraqib, que fica perto da estrada que liga Aleppo, a maior cidade do norte do país, à capital, Damasco.

Combates entre tropas governamentais e aliados e o Organismo de Liberdade do Levante - a ex-filial síria da Al Qaeda, e outras facções continuaram a acontecer e se concentraram em Tell Touqan, situada a 11km ao leste da cidade de Saraqib.

Quase toda Idlib é controlada pelo Organismo de Liberdade do Levante e outras facções, contra as quais as forças governamentais lançaram uma ofensiva em 25 de dezembro.


Postar um comentário