Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Queremos que a Venezuela volte à democracia', diz Bolsonaro a TV dos EUA

Em entrevista à Fox News, o presidente também defendeu o muro para separar EUA do México. Nesta terça, ele vai se encontrar com Donald Trump.
Por G1

O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista à TV norte-americana na madrugada desta terça-feira (19) que a Venezuela estará no centro das discussões durante o encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, nesta tarde.

Ao canal Fox News, Bolsonaro reafirmou que o presidente norte-americano mantém "todas as opções na mesa"em relação à Venezuela. "Nós não podemos falar em todas as possibilidades, mas o que for possível de forma diplomática", disse Bolsonaro, segundo tradutor da emissora.

A entrevista foi ao ar com tradução simultânea, e em alguns trechos não foi possível ouvir o que o presidente respondeu. Bolsonaro disse que o Brasil é o país mais interessado em pôr fim ao governo de Nicolás Maduro.

O presidente afirmou que o governo brasileiro está alinhado ao de Trump. "Hoje temos nova ideologia,…

Reino Unido envia navio 'de plástico' para escoltar submarinos russos

O Reino Unido teve que enviar uma embarcação caça-minas "de plástico" para escoltar submarinos russos e um navio auxiliar que passaram perto das águas britânicas, informa o jornal britânico Daily Mail, citando fontes no Ministério da Defesa do país.


Sputnik

De acordo com a mídia, em 2017, o Reino Unido enviou um navio de guerra ligeiro para escoltar submarinos russos devido à ocupação do resto da frota.


Navio caça-minas Cattistock
CC BY 2.0 / Les Chatfield Seguir / HMS Cattistock (M31)

Vale destacar que, em geral, o Ministério da Defesa britânico informa sobre estes procedimentos, mas desta vez o incidente foi ocultado por medo de que viesse à tona a falta de navios no país.

Segundo sublinha o artigo do jornal, as missões de escolta são geralmente realizadas por um navio de patrulha, equipado com sistema antimísseis. No entanto, em agosto de ano passado Londres teve que recorrer a um navio caça-minas Cattistock, construído em fibra de vidro.

Anteriormente, o chefe do Estado-Maior britânico reconheceu que as Forças Armadas russas superam as britânicas no que se diz respeito ao equipamento técnico-militar.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas