Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

VÍDEO mostra fragata norueguesa afundando, tendo colidido após manobras da OTAN

A mídia divulgou novos vídeo e fotos da fragata norueguesa KMN Helge Ingstad, que colidiu com o navio petroleiro Sola TS junto à costa norueguesa em circunstâncias desconhecidas ao regressar das manobras da OTAN.
Sputnik

A fragata ficou com um grande rombo a estibordo atravessando a linha de água, sete marinheiros ficaram feridos. A tripulação abandonou o navio acidentado, que depois foi rebocado para águas menos profundas para evitar seu afundamento total.


Uns dias após o acidente (8), a fragata continua parcialmente acima da superfície da água, mas está completamente assente no fundo. Mais de 10 toneladas de combustível para helicópteros vazou para o mar.

Até o momento, não há nenhumas informações sobre o estado do armamento a bordo, incluindo mísseis de cruzeiro e antiaéreos, torpedos e artilharia.

O petroleiro Sola TS, por sua parte, não sofreu nenhum dano durante a colisão.

As razões do incidente estão sendo investigadas. Entre as possíveis causas estão a navegação da fragata em reg…

Royal Air Force: melhorias no Eurofighter o tornarão o ‘caça mais capaz do mundo’

A Royal Air Force do Reino Unido previu que 2018 será o “Ano do Typhoon”, com upgrades de armas transformando a aeronave no caça mais capaz do mundo.


Poder Aéreo

A reivindicação vem depois que uma aeronave do Esquadrão 41 (R) da RAF – o Esquadrão de Teste e Avaliação baseado na RAF Coningsby, Lincolnshire – recentemente se tornou o primeiro de seu tipo a disparar com sucesso um míssil ar-superfície Storm Shadow e um míssil ar-ar BVR Meteor de próxima geração em ensaios.

Eurofighter Typhoon

O Group Captain John Cunningham, que lidera o Project Centurion – o programa para melhorar as capacidades do jato para a frota do Reino Unido – disse: “até o final de 2018, nenhuma outra aeronave no mundo terá todas as capacidades do Typhoon.

“Terá o míssil Meteor de longo alcance, os mísseis Brimstone e Storm Shadow, que pode atingir alvos móveis e estruturas subterrâneas, bombas guiadas a laser Paveway IV, o pod de designação Litening III e os mísseis ar-ar de curto alcance ASRAAM. Tudo isso se reunirá em dezembro de 2018, tornando este ano o maior “game changer” no desenvolvimento desta aeronave “.

O Project Centurion assegurará uma transição perfeita da capacidade do Tornado para o Typhoon no momento em que Tornado sai de serviço em 2019. Atualmente, apenas os três esquadrões do Tornado da RAF podem empregar mísseis ar-superfície Storm Shadow e Brimstone.

As melhorias do ano farão do Typhoon a espinha dorsal da capacidade de combate aéreo da RAF.

Andy Flynn, diretor de entrega do Centurion e Eurofighter da BAE Systems, disse: “Tivemos alguns dias excelentes no escritório este ano com o início da avaliação operacional das capacidades Meteor e Storm Shadow e completando as campanhas de disparo do Brimstone. Temos um grande ano à nossa frente que exigirá que asseguremos que todos todos os dias façam diferença”.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas