Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel realiza novos bombardeios na Faixa de Gaza após queda de foguete

Aviação israelense atacou instalações subterrâneas em Gaza. Foguete disparado de Gaza caiu em cidade israelense sem causar vítimas.
France Presse

Aviões de guerra israelenses realizaram novos ataques na madrugada desta segunda-feira (19) na Faixa de Gaza, onde a tensão foi reduzida, mas sem dissipar todo o fantasma de um novo confronto.

A aviação israelense atacou instalações subterrâneas no sul do território do movimento palestino Hamas, afirmou em um comunicado.

Israel respondeu assim ao disparo de um foguete lançado no domingo à noite a partir da Faixa de Gaza - o segundo em 24 horas - e que caiu sem causar vítimas nas proximidades de Sderot, cidade israelense perto do enclave palestino.

O exército de Israel manteve sua política de resposta sistemática a qualquer intervenção hostil a partir dos territórios palestinos, onde travou três guerras contra o Hamas e grupos armados palestinos aliados desde 2008.

Israel usará "todos os meios à sua disposição" para garantir a segurança d…

Rússia revela como EUA criam obstáculos à sua luta contra terrorismo na Síria

Em 2016 e 2017, os Estados Unidos bloquearam ativos do Ministério da Defesa da Rússia correspondentes a mais de US$ 5 milhões (R$ 16,4 milhões) e destinados à luta contra o terrorismo na Síria.


Sputnik

"Em 2016 e 2017, o sistema bancário dos EUA bloqueou verbas do Ministério da Defesa da Rússia destinadas a pagar pelo combustível dos nossos aviões que fazem frente aos terroristas na Síria", afirmou Zakharova durante coletiva de imprensa.


Aviões da Força Aeroespacial da Rússia na base de Hmeymim, Síria
Aviões russos em base aérea na Síria © Foto: Ministério da Defesa da Rússia

Neste contexto, ela detalhou se tratar de mais de US$ 5 milhões (R$ 16,4 milhões), adicionando que "até o momento o valor não foi devolvido".

A diplomata russa deu mais um exemplo: em 2017, as autoridades estadunidenses impediram transferência de US$ 20 mil (R$ 65,5 mil) da Rússia para a Agência Internacional de Energia Atômica (OIEA).

Ao falar sobre posição russa quanto ao assunto, a representante do MRE sublinhou que ações semelhantes dos EUA são inadmissíveis e preocupantes.


Postar um comentário