Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Temos armas hipersônicas': Rússia dará resposta à saída dos EUA do Tratado INF, diz Putin

A Rússia não deixará a decisão dos Estados Unidos de retirar-se unilateralmente do tratado de armas nucleares sem resposta, garantiu o presidente russo Vladimir Putin, acrescentando que o país não precisa se unir a outra corrida armamentista.
Sputnik

Moscou ainda está pronta para continuar dialogando com Washington sobre o tratado bilateral que proíbe os mísseis de médio alcance, que se tornou uma das pedras angulares do desarmamento nuclear, disse o líder russo em uma reunião do governo em Sochi. Ainda assim, os EUA devem "tratar esta questão com total responsabilidade", disse o presidente, acrescentando que a decisão de Washington de retirar-se do acordo "não pode e não ficará sem resposta".


Estas não são ameaças vazias, advertiu Putin. Ele disse que a Rússia já havia advertido os EUA contra a saída do tratado ABM que regulamenta os sistemas de mísseis e avisou Washington sobre possíveis retaliações. "Agora, temos armas hipersônicas capazes de penetrar qualquer…

Rússia revela como EUA criam obstáculos à sua luta contra terrorismo na Síria

Em 2016 e 2017, os Estados Unidos bloquearam ativos do Ministério da Defesa da Rússia correspondentes a mais de US$ 5 milhões (R$ 16,4 milhões) e destinados à luta contra o terrorismo na Síria.


Sputnik

"Em 2016 e 2017, o sistema bancário dos EUA bloqueou verbas do Ministério da Defesa da Rússia destinadas a pagar pelo combustível dos nossos aviões que fazem frente aos terroristas na Síria", afirmou Zakharova durante coletiva de imprensa.


Aviões da Força Aeroespacial da Rússia na base de Hmeymim, Síria
Aviões russos em base aérea na Síria © Foto: Ministério da Defesa da Rússia

Neste contexto, ela detalhou se tratar de mais de US$ 5 milhões (R$ 16,4 milhões), adicionando que "até o momento o valor não foi devolvido".

A diplomata russa deu mais um exemplo: em 2017, as autoridades estadunidenses impediram transferência de US$ 20 mil (R$ 65,5 mil) da Rússia para a Agência Internacional de Energia Atômica (OIEA).

Ao falar sobre posição russa quanto ao assunto, a representante do MRE sublinhou que ações semelhantes dos EUA são inadmissíveis e preocupantes.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas