Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Sistemas CIWS Phalanx do HMS Ocean não serão transferidos para o Brasil

O site britânico ukdefencejournal.org.uk noticiou que o porta-helicópteros HMS Ocean adquirido pelo Brasil não virá com os sistemas de defesa antimissíl CIWS Phalanx.


Poder Naval

A informação veio à tona quando Kevan Jones, deputado trabalhista de North Durham, fez um questionamento parlamentar escrito no dia 19 de fevereiro:


Resultado de imagem para hms ocean phalanx
CIWS Phalanx no HMS Ocean | Reprodução

“Solicitar ao Secretário de Estado da Defesa, se (a) o CIWS Phalanx e (b) reparos de armas leves a bordo do HMS OCEAN serão doados para os porta-aviões da classe Queen Elizabeth ou outros navios da Royal Navy uma vez que o navio esteja desativado”.

Guto Bebb, Subsecretário Parlamentar de Estado da Defesa, respondeu:

“O sistema Phalanx Close-In Weapon e os reparos de armas leves, (que eu usei para referir-me a mini-guns e metralhadoras de uso geral) a bordo do HMS OCEAN permanecerão no inventário do Ministério da Defesa a serem alocados aos navios da Royal Navy como determinado pelos requisitos operacionais “.

O sistema de canhão controlado por radar CIWS Phalanx fornece a defesa de “última chance” para navios contra mísseis antinavio e aeronaves. Ele detecta, rastreia e engaja ameaças aéreas, como mísseis antinavio e aeronaves. Possui um canhão de 20mm M-61A1, radar de busca e rastreio e sistema FLIR no modelo Block 1B. Até à data, a Marinha dos Estados Unidos e outras 20 nações compraram mais de 850 sistemas Phalanx.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas