Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

Soldados franceses morrem em explosão no Mali

Dois soldados franceses foram mortos e outro ficou ferido em uma explosão nesta quarta-feira no Mali, segundo informou o gabinete do presidente da França, Emmanuel Macron.


Sputnik

Atualmente, de acordo com a AFP, há cerca de 4 mil militares franceses no Mali e em países vizinhos, para conter ações de grupos jihadistas que vêm realizando uma série de ataques e sequestros, inclusive contra estrangeiros. 


Soldados do Mali em ponto de controle de Timbuktu, em 5 de fevereiro de 2016
Soldados do Mali © REUTERS/ Moulaye Chirfi

Os dois soldados mortos hoje foram vítimas de uma mina terrestre, em local não especificado. Eles pertenciam a um regimento de cavalaria baseado em Valence, cidade da região francesa de Auvergne-Rhône-Alpes. O presidente Macron enviou condolências às famílias dos militares, destacando que a operação contra o terrorismo na região também provocou "golpes severos" aos inimigos.

As mortes desta quarta-feira elevam para 12 o número de baixas francesas desde o início da operação Barkhane, lançada há mais de três anos contra as organizações terroristas que tomaram conta do norte do Mali em 2012.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas