Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Expansão da OTAN na Europa é uma 'relíquia da Guerra Fria', diz Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse em entrevista à imprensa sérvia publicada nesta quarta-feira (horário local) que a Rússia não quer uma nova corrida armamentista.
Sputnik

"Não vamos fechar os olhos ao desdobramento de mísseis de cruzeiro dos EUA [na Europa] e sua ameaça direta à nossa segurança. Teremos que tomar medidas eficazes de retaliação. Mas como país responsável e sensato, a Rússia não está interessada em uma nova corrida armamentista", afirmou.


Segundo o presidente russo, Moscou enviou em dezembro a Washington algumas propostas sobre a manutenção do Tratado INF. Além disso, Putin destacou que a Rússia está pronta para um diálogo sério com os Estados Unidos sobre toda a agenda estratégica.

No entanto, os Estados Unidos parecem ter uma política de "desmantelamento" em relação ao controle global de armas, acrescentou o presidente russo.

Durante a entrevista aos meios de comunicação sérvios, Putin também instou os parceiros ocidentais a estabelecer um …

Suécia está disposta a enviar tropas a Donbass

A Suécia poderá enviar suas tropas para o leste da Ucrânia para apoiar a missão da ONU, afirmou o ministro da Defesa sueco, Peter Hultqvist, em entrevista à emissora Sveriges Radio.


Sputnik

No âmbito da Conferência de Segurança de Munique, o ministro da Defesa disse que a Suécia está pronta a apoiar a ONU caso esta decida enviar pacificadores para a região de Donbass.


Soldados suecos durante treinamentos (foto de arquivo)
CC BY 2.0 / Hakan Dahlstrom / Regementets Dag 2014

Respondendo à pergunta se ele vê qualquer ameaça no fato de os soldados suecos poderem vir a operar perto da fronteira russa, Hultqvist afirmou "não querer fazer previsões", pois ainda não se sabe como decorrerá a missão de paz, segundo a Sveriges Radio.

Anteriormente, o presidente russo, Vladimir Putin, declarou ser a favor do envio de pacificadores da ONU para o leste ucraniano, desde que a única função destes seja assegurar a segurança dos funcionários da OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa). As autoridades ucranianas, por sua parte, insistem em alargar a missão da ONU a todo o território de Donbass até à fronteira com a Rússia.

Segundo declarou o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, os pacificadores devem "garantir que estes territórios voltarão a estar sob a soberania ucraniana".


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas