Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Queremos que a Venezuela volte à democracia', diz Bolsonaro a TV dos EUA

Em entrevista à Fox News, o presidente também defendeu o muro para separar EUA do México. Nesta terça, ele vai se encontrar com Donald Trump.
Por G1

O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista à TV norte-americana na madrugada desta terça-feira (19) que a Venezuela estará no centro das discussões durante o encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, nesta tarde.

Ao canal Fox News, Bolsonaro reafirmou que o presidente norte-americano mantém "todas as opções na mesa"em relação à Venezuela. "Nós não podemos falar em todas as possibilidades, mas o que for possível de forma diplomática", disse Bolsonaro, segundo tradutor da emissora.

A entrevista foi ao ar com tradução simultânea, e em alguns trechos não foi possível ouvir o que o presidente respondeu. Bolsonaro disse que o Brasil é o país mais interessado em pôr fim ao governo de Nicolás Maduro.

O presidente afirmou que o governo brasileiro está alinhado ao de Trump. "Hoje temos nova ideologia,…

Turquia enviará forças navais e aéreas para o Qatar

Turquia enviará ao Qatar unidades da armada e das forças aéreas, que completarão às tropas terrestres que já existem no país árabe, segundo anunciou hoje o embaixador turco em Doha, Fikret Ozer.


Prensa Latina


Ancara - Em declarações à rede de televisão Al Jazeera, o diplomata justificou a decisão 'como parte do acordo assinado entre Qatar e Turquia em 2014', e assinalou que os detalhes sobre a infraestrutura necessária ou o deslocamento serão negociados por ambos os países em datas próximas.

Recep Tayipp Erdogan e militares turcos | Reprodução

Ozer não fez nenhum comentário sobre o número de soldados que poderiam ser enviados ao Qatar, nem sobre os que já estão no país.

O primeiro contingente enviado para a Turquia chegou à base militar de Tariq Bin Ziyad em 2015, um acampamento localizado ao sul da capital e com capacidade para cinco mil soldados.

Depois da ruptura de relações diplomáticas e comerciais entre Qatar e uma coalizão de países liderada pela Arábia Saudita, em junho de 2017, Ancara se desistiu de apoiar o governo do emirado e assinou um convênio que permite ao exército turco treinar as forças de segurança cataris.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas