Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Analista: entrega de dados de Israel sobre abate de Il-20 significa muito para Rússia

O comandante da Força Aérea Israelense, Amikam Norkin, forneceu ao Ministério da Defesa da Rússia dados sobre o incidente com o avião russo Il-20 na Síria. Israel demonstra que não pretende perder a cooperação estabelecida com a Rússia, disse o analista político Stanislav Tarasov durante uma entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik.
Sputnik

Além destas informações sobre o abate da aeronave, Israel também avisou sobre "as tentativas do Irã de fortalecer sua posição na Síria e entregar armas estratégicas ao Hezbollah". Os militares observaram que é necessário continuar coordenando as ações na Síria, ressaltando a importância de respeitar os interesses dos dois países.

O avião russo Il-20 foi abatido sobre o mar Mediterrâneo no dia 17 de setembro, a 35 quilômetros da costa síria, por um míssil do sistema antiaéreo S-200 da Síria, resultando na morte de 15 militares.

Ao mesmo tempo, quatro caças F-16 atacaram instalações sírias em Latakia. De acordo com o Ministério da Defesa da…

Ucrânia exige que Rússia repare e devolva os navios ucranianos que ficaram na Crimeia

Coronel-general ucraniano declarou que o país está pronto para receber de volta seus navios que se encontram na Crimeia mas apenas depois de a Rússia os reparar.


Sputnik

Mikhail Koval, coronel-general que em 2014 exercia o cargo do ministro de Defesa da Ucrânia, falava durante as audições relativas ao caso do ex-presidente Viktor Yanukovich.


Navios ucranianos em Sevastopol, Rússia
Navios ucranianos em Sebastopol, Rússia © Sputnik/ Sergei Malgavko

O vídeo foi publicado na conta do YouTube do canal ucraniano 112. Segundo declarou Koval, a Rússia tem que responder no Tribunal de Haia por ter ficado com o equipamento militar ucraniano.

"Devolverão por ordem do tribunal, reparados, no estado em que os tomaram. E não de outro jeito", sublinhou.

Remzi Ilyasov, vice-presidente do parlamento da Crimeia, respondeu por sua vez que foram as próprias autoridades ucranianas que tornaram o equipamento militar que está na Crimeia em uma sucata.

"De que equipamento se pode tratar, quando as próprias autoridades ucranianas tudo tornaram sucata? Pelo que sei, ninguém usou este equipamento. Duvido que eles precisem deste equipamento militar", disse o político à Sputnik.

Mais cedo, o presidente russo Vladimir Putin afirmou que a Rússia está disposta a entregar a Kiev os navios e aviões ucranianos que ficaram na Crimeia, embora estes se encontrem em estado lastimável.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas