Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil simula resgate de civis em área de conflito ou desastre natural (VÍDEO)

A Marinha do Brasil realizou entre os dias 6 e 14 de novembro a Operação Atlântico, na praia de Itaoca, no Espírito Santo. A simulação deste ano treinou os oficiais para casos em que houvesse resgate de civis em uma área de conflito armado ou que foram alvos de desastres naturais.
Sputnik

Era por volta de 5h40 do dia 10 de novembro, um sábado, ainda estava amanhecendo, quando o Almirante Paulo Martinho Zucaro, Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, olhou e disse para a reportagem da Sputnik Brasil: "É guerra".


A declaração foi dada para explicar os motivos de se realizar um treinamento deste porte mesmo em condições extremamente desfavoráveis. A chuva era forte, as ondas na beira da praia atingiam 1,5 metros e os ventos chegaram a 20 km/h. O nível de dificuldade preocupava o alto comando, mas não foi um problema para os fuzileiros e marinheiros.

Antes do amanhecer, sete Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf) chegaram à praia e deram início ao desembarque. Após eles chegarem foi…

11 mortos após ataque aéreo Turco a hospital em Afrin

Onze pessoas foram mortas e dezenas mais feridas em um ataque turco em um hospital da cidade curda de Afrin, na Síria, disse um funcionário médico à Sputnik nesta sexta-feira (16).


Sputnik

"Um ataque aéreo no hospital Afrin matou cerca de 11 pessoas e feriu dezenas mais. O hospital foi gravemente danificado", disse o funcionário.


Fumaça causada por explosão na cidade síria de Afrin durante operação turca Ramo de Oliveira
Fumaça após explosão em Afrin, Síria © AP Photo/ Can Erok/DHA-Depo Photos

As autoridades curdas sírias disseram à Sputnik mais cedo que 30 civis perderam suas vidas em Afrin e centenas foram feridas depois que aviões e artilharias turcas abriram fogo sobre a cidade.

Em 20 de janeiro, a Turquia lançou a operação Ramo de Oliveira, uma ação transfronteiriça massiva, visando "limpar" a cidade síria de Afrin das Unidades de Proteção Popular curdas (YPG), que Ancara considera como um grupo terrorista e uma extensão do proibido Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) turco.

O presidente da Síria, Bashar Assad, tem condenado repetidamente a operação turca contra Afrin. Ele enfatiza que a cidade se trata de uma parte inalienável do território sírio, e critica as ações do exército da Turquia.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas