Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares norte-americanos acreditam que EUA entrarão em guerra

Quase metade do Exército dos EUA está confiante de que durante o ano de 2019 seu país estará envolvido em um grave conflito armado, de acordo com o Military Times.
Sputnik

Segundo uma pesquisa recente, 46% dos participantes não duvidam que o confronto militar ocorrerá no próximo ano.


A título de comparação, em 2017, apenas 5% dos militares dos EUA esperavam um conflito armado, enquanto 50% descartaram um cenário de guerra e 4% não responderam.

Quanto aos inimigos mais prováveis, os soldados dos EUA mencionaram principalmente a Rússia e a China. Respectivamente, 72% e 69% dos entrevistados escolheram esses dois países.

Além disso, cerca de 57% estão preocupados com a presença de extremistas islâmicos nos Estados Unidos. Em particular, 48% destacaram uma possível ameaça por parte dos grupos terroristas Daesh e Al Qaeda (proibidos na Rússia e em outros países).

'Assustador e chocante': mídia comenta teste de novo míssil hipersônico russo (VÍDEO)

O portal de notícias britânico Daily Star comentou o recente teste do novo míssil hipersônico de alta precisão Kinzhal.


Sputnik

O vídeo com o lançamento foi chamado de "chocante".


Caça russo MiG-31 durante teste do míssil Kinzhal
MiG-31 com míssil hipersônico russo Kinzhal | Ministério da Defesa da Rússia

Como destaca o Daily Star, o vídeo com o lançamento do Kinzhal "capaz de superar qualquer sistema de defesa" é "assustador".

Mais cedo, o Ministério da Defesa russo havia informado sobre o teste bem-sucedido do míssil Kinzhal no Distrito Militar do Sul. Foi destacado que durante o teste foram comprovadas as características do míssil.

Kinzhal ("Punhal" em russo) se move 10 vezes mais rápido do que o som e executa manobras ao longo de sua trajetória.

Durante o recente discurso do presidente russo, Vladimir Putin, ante a Assembleia Federal, foram exibidos vários vídeos sobre a análise de novas armas russas, incluindo o míssil hipersônico de lançamento aéreo Kinzhal.

Putin disse que o míssil pode evadir todos os sistemas de defesa antimísseis e antiaéreos existentes e em desenvolvimento, podendo transportar ogivas nucleares ou convencionais a distâncias de até 2.000 quilômetros.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas