Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

Autoridades palestinas denunciam uso de substâncias químicas por Israel na Faixa de Gaza

As autoridades israelenses usaram supostamente herbicidas ao longo da fronteira com Faixa de Gaza, provocando a irritação da administração palestina.


Sputnik

Nizar al-Wahedi, do Ministério da Agricultura da Palestina, declarou que uma aeronave israelense foi recentemente detectada pulverizando herbicidas ao longo da fronteira que separa Israel da Faixa de Gaza, informa a agência turca Anadolu.


Fazendeiro palestino no campo em Gaza, foto de arquivo
Fazendeiro palestino em Gaza © AFP 2018/ MOHAMMED ABED

"Estas substâncias químicas causam danos nas culturas agrícolas e prejudicam os solos", declarou Nizar al-Wahed, insistindo que "Israel não tem direito de pulverizar herbicidas nas fazendas palestinas".

No entanto, ele destacou que não se sabe a composição exata das sustâncias químicas pulverizadas pelo avião israelense.

Ao mesmo tempo, uma organização não governamental israelense chamada Gishna afirma que a pulverização foi realizada para eliminar ervas daninhas ao longo da fronteira.

Mais cedo, um fazendeiro palestino de 59 anos foi morto a tiros por soldados israelenses perto da fronteira com a Faixa de Gaza. Uma fonte nos serviços médicos da Faixa de Gaza disse à Sputnik que o homem foi morto enquanto trabalhava na sua terra, enquanto a parte israelense diz que o homem se aproximou da área restrita apesar de repetidos avisos.

A tensão na fronteira entre Israel e Faixa de Gaza aumentou depois da decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital israelense e transferir a embaixada norte-americana para lá. A decisão do presidente estadunidense levou a confrontos quase permanentes entre as forças israelenses e os palestinos.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas