Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha da Argentina fala sobre localização do submarino ARA San Juan

Embarcação desaparecida há 1 ano foi localizada neste sábado a 907 metros de profundidade. Ainda não há previsão de início dos trabalhos de resgate. 'Não temos meios para resgatar o submarino', diz ministro.
Por G1

A Marinha da Argentina informou neste sábado (17) que o submarino ARA San Juan, que sumiu há 1 ano com 44 tripulantes, foi encontrado a 907 metros de profundidade em uma área de "visibilidade bastante reduzida", e que a embarcação sofreu uma "implosão" no fundo das águas do Oceano Atlântico.

Segundo Enrique Balbi, porta-voz da Marinha, a proa, a popa e a vela se desprenderam do submarino e estão localizadas em uma área de 80 a 100 metros. “Isso sugere que a implosão tenha ocorrido muito perto do fundo”, disse.

Segundo a Marinha, as imagens mostram que o casco do submarino permaneceu bastante intacto, apenas com algumas deformações, e que todas as outras partes se desprenderam. A implosão teria ocorrido em razão da pressão externa do mar ter superado …

Boko Haram reivindica ataques com saldo de 10 civis mortos

Ações do grupo armado Boko Haram causaram a morte a 10 civis no estado de Borno (nordeste da Nigéria), informaram hoje fontes militares, segundo as quais o primeiro dos três ataques ocorreu na véspera.


Prensa Latina

Abuja - As três primeiras vítimas foram lenhadores emboscados por elementos armados na segunda-feira quando se dirigiam na busca de lenha com escolta militar na localidade de Dikwa, situada a 90 quilômetros a leste de Maiduguri, a capital do estado de Borno, onde Boko Haram tem sua sede central.


No dia seguinte, terça-feira, quatro membros da mesma partida voltaram à zona em busca do veículo que abandonaram no dia anterior e colocaram uma mina plantada pelos irregulares, segundo a versão de um porta-voz da milícia local que apoia o governo.

As três restantes vítimas fatais, também na terça-feira, ocorreram na cidade de Gamboru, fronteiriça com Camarões, durante um ataque noturno do Boko Haram.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas