Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

VÍDEO mostra fragata norueguesa afundando, tendo colidido após manobras da OTAN

A mídia divulgou novos vídeo e fotos da fragata norueguesa KMN Helge Ingstad, que colidiu com o navio petroleiro Sola TS junto à costa norueguesa em circunstâncias desconhecidas ao regressar das manobras da OTAN.
Sputnik

A fragata ficou com um grande rombo a estibordo atravessando a linha de água, sete marinheiros ficaram feridos. A tripulação abandonou o navio acidentado, que depois foi rebocado para águas menos profundas para evitar seu afundamento total.


Uns dias após o acidente (8), a fragata continua parcialmente acima da superfície da água, mas está completamente assente no fundo. Mais de 10 toneladas de combustível para helicópteros vazou para o mar.

Até o momento, não há nenhumas informações sobre o estado do armamento a bordo, incluindo mísseis de cruzeiro e antiaéreos, torpedos e artilharia.

O petroleiro Sola TS, por sua parte, não sofreu nenhum dano durante a colisão.

As razões do incidente estão sendo investigadas. Entre as possíveis causas estão a navegação da fragata em reg…

Brasil pronto para cooperação em defesa com o Líbano

O chanceler brasileiro, Aloysio Nunes Ferreira, declarou que a nação sulamericana está preparada para assinar acordos de cooperação de defesa com o Líbano, divulgam hoje meios locais.


Prensa Latina

Beirute - Essa afirmação teve lugar ao fim de uma reunião do visitante brasileiro com o premiê libanês, Saad Hariri.


Aloysio Nunes Ferreira | Reprodução

Ambos concordaram em abrir um marco legal que facilite o caminho a acordos sobre o tema da defesa.

Brasil encabeça o setor marítimo dentro das Forças de Paz da ONU no Líbano (FPNUL) deslocadas no sul deste país para evitar outra guerra com Israel.

Segundo Ferreira as relações vão para além das questões políticas e sociais, com motivo da presença no gigante sul-americano da maior diáspora mundial de libaneses com mais de sete milhões de residentes.

Anteriormente, o chanceler da nação sul-americana reuniu-se com seu homólogo libanês, Gebran Bassil, a quem confirmou a presença de Brasília em três conferências internacionais previstas para Roma, Paris e Bruxelas.

Essas três reuniões têm como objetivo assegurar a assistência financeira ao Líbano, para reforçar sua infraestrutura e economia, e apoiar no ônus dos quase 1,5 milhões de refugiados sírios acolhidos por este país.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas