Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Analista: entrega de dados de Israel sobre abate de Il-20 significa muito para Rússia

O comandante da Força Aérea Israelense, Amikam Norkin, forneceu ao Ministério da Defesa da Rússia dados sobre o incidente com o avião russo Il-20 na Síria. Israel demonstra que não pretende perder a cooperação estabelecida com a Rússia, disse o analista político Stanislav Tarasov durante uma entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik.
Sputnik

Além destas informações sobre o abate da aeronave, Israel também avisou sobre "as tentativas do Irã de fortalecer sua posição na Síria e entregar armas estratégicas ao Hezbollah". Os militares observaram que é necessário continuar coordenando as ações na Síria, ressaltando a importância de respeitar os interesses dos dois países.

O avião russo Il-20 foi abatido sobre o mar Mediterrâneo no dia 17 de setembro, a 35 quilômetros da costa síria, por um míssil do sistema antiaéreo S-200 da Síria, resultando na morte de 15 militares.

Ao mesmo tempo, quatro caças F-16 atacaram instalações sírias em Latakia. De acordo com o Ministério da Defesa da…

Casal de idosos do Paquistão é o único a ser evacuado de Ghouta Oriental

Um casal de idosos paquistaneses que residia há mais de 30 anos em Ghouta Oriental, o principal reduto opositor dos arredores de Damasco, foram os únicos civis que saíram da zona desde a aplicação das pausas humanitárias propostas pela Rússia, segundo fontes diplomáticas e humanitárias.


EFE

Uma fonte da Embaixada do Paquistão em Damasco disse à Agência Efe por telefone que o casal está "bem de saúde" e que a legação diplomática está empenhada para levá-los ao seu país de origem.


EFE/STR
EFE/STR

"Foram evacuados ontem à noite de Ghouta Oriental pelo Crescente Vermelho da Síria, à qual agradecemos os esforços", apontou a fonte, sem dar mais detalhes.

No Twitter, o Crescente Vermelho confirmou a evacuação da família paquistanesa de Ghouta Oriental.

Estes são os primeiros civis que deixam a região desde que o Governo sírio habilitou um corredor humanitário para a saída dos habitantes de Ghouta Oriental que desejassem ir embora desta zona assediada pelo Exército e controlada por facções rebeldes e islamitas.

Hoje é o terceiro dia que é aplicada em Ghouta Oriental uma pausa humanitária de cinco horas.

A Rússia propôs esta iniciativa após a aprovação o passado fim-de-semana de uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, que pedia uma trégua de um mês em toda Síria.

As pausas humanitárias desta semana não conseguiram acabar com a violência em Ghouta Oriental, mas reduziram o número de vítimas pelos ataques.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas