Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Chancelaria russa: terroristas de Iraque e Síria usam a Ucrânia para chegar à Europa

Militantes estrangeiros que retornam para a Europa depois de participar dos conflitos na Síria e no Iraque estão usando ativamente o território ucraniano, segundo disse à Sputnik o diretor do departamento de novos desafios do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Ilya Rogachev.


Sputnik

"Muitos que retornam da Síria e do Iraque procuram entrar na Ucrânia através da Turquia, já que a Ucrânia tem um regime livre de vistos com a União Europeia. Então, os parceiros ocidentais criaram outro grande problema para eles mesmos. A parte turca tem feito esforços para impedir o trânsito de terroristas no seu território, mas eles não conseguem impedir todos… É relativamente fácil obter um passaporte ucraniano, e por isso os terroristas procuram ir para lá", afirmou Rogachev. 


Bandeiras da Ucrânia e da União Europeia em Kiev
Bandeiras da Ucrânia e da União Europeia em Kiev © Sputnik/ Ramil Sitdikov

De acordo com o funcionário da chancelaria russa, a UE só adotou esse regime livre de vistos com a Ucrânia para encorajar a russofobia de Kiev e revitalizar as aspirações europeias do país. Como resultado, a politização da situação ucraniana levou a um problema de segurança para toda a Europa.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas