Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Comandante ucraniano revela seu sonho: 'Que nossas tropas atinjam centro de Moscou'

O comandante de um batalhão de infantaria naval das Forças Armadas da Ucrânia, Vadim Sukharevsky, revelou onde, a seu ver, deve terminar o conflito desencadeado no leste da Ucrânia.


Sputnik

Um jornalista da edição Obosrevatel ("Observador", em russo) perguntou ao militar onde ele acha que a guerra em Donbass deve acabar. Sukharevsky respondeu que o conflito deve acabar "no mínimo" na fronteira russo-ucraniana.


Soldados das Forças Armadas ucranianas e veículos blindados na região de Debaltseve perto de Artemivsk, Ucrânia
Tropas ucranianas © REUTERS/ Gleb Garanich

Depois, ele adiantou que ele próprio gostaria que as tropas ucranianas atingissem o centro de Moscou, mais precisamente, a estação de metrô Sukharevsaya. Deste modo, o comandante evidentemente quis fazer uma alusão a seu sobrenome.

Já o jornalista observou que o sonho do militar não parece muito realista.

Esta não é a primeira vez que altos oficiais ucranianos falam do seu desejo de "atingir" a capital russa. Assim, no ano passado o deputado da Suprema Rada Andrei Teteruk afirmou que o exército ucraniano é capaz de vencer o russo e realizar um desfile militar no centro de Moscou.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas