Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Poloneses pedem a Trump ajuda para conseguir indenização da Rússia e Alemanha pela 2ª Guerra

Um auto-proclamado "partido bíblico antiglobalista" pró-EUA e pró-Israel da Polônia, que se autodenomina "Movimento 11 de novembro", criou uma petição no site We the People da Casa Branca pedindo ao presidente Donald Trump ajude a obter "compensação adequada" da Rússia e da Alemanha por danos causados ​​na Segunda Guerra Mundial.
Sputnik

"Os poloneses livres estão apelando para os EUA, o vencedor na Segunda Guerra Mundial e o fiador dos acordos do pós-guerra, para obter ajuda na recuperação das reparações de guerra da Alemanha e da Rússia", diz a petição.


Além de alcançar a "justiça histórica", uma campanha de reparações bem-sucedida desempenharia "um papel fundamental na Polônia, tornando-se um forte aliado dos Estados Unidos diante da ameaça que surge na Europa e na Ásia — um novo Império do Mal".

Falando ao The New American, uma pequena revista de propriedade da John Birch Society, o co-autor e vice-presidente do Movimento 11…

Curdos relatam bombardeio do exército turco em bairros residenciais de Afrin

Os aviões da Força Aérea da Turquia atacaram massivamente os bairros residenciais da cidade de Afrin, no norte da Síria, matando sete civis e deixando outros 25 feridos. A informação foi divulgada pelas Forças de Autodefesa do Curdistão (AFC).


Sputnik

"No momento, os ataques aéreos na cidade de Afrin continuam, sete pessoas já morreram, incluindo uma criança e 25 pessoas feridsa", diz o comunicado.


Combatentes pró-Turquia e tropas turcas na colina que separa Afrin da cidade turca de Azaz
Tropas turcas e aliados em Afrin, Síria © AP Photo/ STR

Em 20 de janeiro, a Turquia lançou a operação Ramo de Oliveira, uma ação transfronteiriça massiva, visando "limpar" a cidade síria de Afrin das Unidades de Proteção Popular curdas (YPG), que Ancara considera como um grupo terrorista e uma extensão do proibido Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) turco.

Damasco condenou fortemente as ações da Turquia na África, observando que esse território é parte integrante da Síria. Moscou instou todas as partes a diminuir a tensão e respeitar a integridade territorial da Síria.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas