Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Merkel: Esforços pelo desarmamento devem incluir EUA, Rússia, UE e China

A declaração da chanceler alemã ocorre em meio a um impasse entre Moscou e Washington, depois que os EUA anunciaram a suspensão do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF).
Sputnik

"O desarmamento é algo que preocupa a todos nós e é claro que ficaríamos felizes se essas conversas fossem realizadas não apenas entre os Estados Unidos, Europa e Rússia, mas também com a China", afirmou Angela Merkel na Conferência de Segurança de Munique, no sábado.


Comentando o assunto, o Ministro da Economia e Energia da Alemanha, Peter Altmaier, observou que o término do acordo poderia levar a uma nova corrida armamentista.

No início de fevereiro, Washington disse que estava suspendendo as obrigações previstas sob o Tratado INF. A Rússia respondeu da mesma maneira. Os EUA disseram que sairiam do tratado em seis meses, a menos que a Rússia voltasse a cumprir o acordo, mas Moscou refuta as alegações de violação do.

Washington também se mostrou favorável a um novo texto envolvendo t…

Deputado denuncia planos dos EUA para manter militares no Iraque

O deputado iraquiano Ali Al-Morshidy denunciou hoje planos conspirativos dirigidos a manter e expandir bases militares estadunidenses no país árabe.


Prensa Latina

Bagdá - Citado pela agência Knooz, Al-Morshidy precisou que o Pentágono, sob pretexto de lutar contra os terroristas, pretende ampliar sua presença no Iraque.

Tropas norte-americanas no Iraque | Reprodução

Segundo o legislador, já não são necessários os assessores norte-americanos e a experiência em segurança para combater extremistas, Bagdá pode solicitá-la de qualquer outro.

Washington explode a guerra antiterrorista para garantir sua permanência, afirmou.

Um comunicado da coalizão militar internacional liderada pelos Estados Unidos, informou que a presença norte-americana no Iraque se baseará nas condições de proporcionalidade às necessidades e em coordenação com o Governo.

Esse anúncio saiu ao passo de opiniões emitidas em círculos iraquianos sobre a retirada estadunidense, após a proclamação da vitória ante o Estado Islâmico, com a ajuda de uma aliança dirigida pelo Pentágono.

Apesar de tal derrota, células terroristas isoladas mantêm operatividade e durante as últimas semanas atribuíram-se vários ataques contra as forças de segurança e objetivos civis.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas