Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Deputado denuncia planos dos EUA para manter militares no Iraque

O deputado iraquiano Ali Al-Morshidy denunciou hoje planos conspirativos dirigidos a manter e expandir bases militares estadunidenses no país árabe.


Prensa Latina

Bagdá - Citado pela agência Knooz, Al-Morshidy precisou que o Pentágono, sob pretexto de lutar contra os terroristas, pretende ampliar sua presença no Iraque.

Tropas norte-americanas no Iraque | Reprodução

Segundo o legislador, já não são necessários os assessores norte-americanos e a experiência em segurança para combater extremistas, Bagdá pode solicitá-la de qualquer outro.

Washington explode a guerra antiterrorista para garantir sua permanência, afirmou.

Um comunicado da coalizão militar internacional liderada pelos Estados Unidos, informou que a presença norte-americana no Iraque se baseará nas condições de proporcionalidade às necessidades e em coordenação com o Governo.

Esse anúncio saiu ao passo de opiniões emitidas em círculos iraquianos sobre a retirada estadunidense, após a proclamação da vitória ante o Estado Islâmico, com a ajuda de uma aliança dirigida pelo Pentágono.

Apesar de tal derrota, células terroristas isoladas mantêm operatividade e durante as últimas semanas atribuíram-se vários ataques contra as forças de segurança e objetivos civis.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas