Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Embaixador: acusações contra Damasco sobre armas químicas visam frustrar avanço na Síria

As acusações feitas pelos países ocidentais contra Damasco sobre o suposto uso de armas químicas têm por objetivo impedir o avanço da operação de combate ao terrorismo na Síria, declarou o embaixador da Síria em Moscou, Riad Haddad.


Sputnik

"Quando estávamos chegando ao final das ações contra os grupos radicais, foi lançada uma segunda etapa da agressão dos EUA e de seus satélites que, sob pretextos inventados, afirmaram que o nosso governo usa armas químicas", declarou o diplomata.


Armas químicas
Armas químicas © Sputnik/ Ilia Pitalev

Na opinião de Haddad, as acusações têm por objetivo "frustrar os sucessos que se conseguem com a ajuda da Força Aeroespacial da Rússia para liberar o nosso território" do terrorismo.

O embaixador destacou que as forças sírias "arrancarão" a vitória.

As autoridades sírias foram várias vezes acusadas de usar armas químicas contra civis no conflito que começou em 2011. No entanto, não foram apresentadas quaisquer provas substanciais.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas