Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pentágono nega que avião russo tenha 'expulsado' bombardeiro americano do Báltico

O Pentágono não concorda que o bombardeiro estratégico norte-americano B-52H tenha sido expulso por um caça russo Su-27 sobre o mar Báltico, comunicou à Sputnik o representante da entidade militar americana Eric Pahon.
Sputnik

"O avião da Força Aérea dos EUA B-52H realizava operações rotineiras no espaço aéreo internacional segundo o princípio da liberdade de navegação e de voo. Em 20 de março, o B-52H teve um encontro ordinário com um Su-27 russo que efetuava operações sobre o mar Báltico", esclareceu o porta-voz do Pentágono.

Pahon acrescentou que o Su-27 não expulsou o B-52H, que conseguiu completar a sua missão.

Na véspera, o Ministério da Defesa da Rússia publicou um vídeo de caças russos escoltando um bombardeiro estratégico americano Boeing B-52H sobre as águas neutras do mar Báltico. Segundo o comunicado, dois caças Su-27 levantaram voo para identificar e acompanhar a aeronave dos EUA.

De acordo com o Ministério, após o B-52H ter mudado de trajetória, distanciando-se da f…

Embaixador: acusações contra Damasco sobre armas químicas visam frustrar avanço na Síria

As acusações feitas pelos países ocidentais contra Damasco sobre o suposto uso de armas químicas têm por objetivo impedir o avanço da operação de combate ao terrorismo na Síria, declarou o embaixador da Síria em Moscou, Riad Haddad.


Sputnik

"Quando estávamos chegando ao final das ações contra os grupos radicais, foi lançada uma segunda etapa da agressão dos EUA e de seus satélites que, sob pretextos inventados, afirmaram que o nosso governo usa armas químicas", declarou o diplomata.


Armas químicas
Armas químicas © Sputnik/ Ilia Pitalev

Na opinião de Haddad, as acusações têm por objetivo "frustrar os sucessos que se conseguem com a ajuda da Força Aeroespacial da Rússia para liberar o nosso território" do terrorismo.

O embaixador destacou que as forças sírias "arrancarão" a vitória.

As autoridades sírias foram várias vezes acusadas de usar armas químicas contra civis no conflito que começou em 2011. No entanto, não foram apresentadas quaisquer provas substanciais.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas