Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Queremos que a Venezuela volte à democracia', diz Bolsonaro a TV dos EUA

Em entrevista à Fox News, o presidente também defendeu o muro para separar EUA do México. Nesta terça, ele vai se encontrar com Donald Trump.
Por G1

O presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista à TV norte-americana na madrugada desta terça-feira (19) que a Venezuela estará no centro das discussões durante o encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, nesta tarde.

Ao canal Fox News, Bolsonaro reafirmou que o presidente norte-americano mantém "todas as opções na mesa"em relação à Venezuela. "Nós não podemos falar em todas as possibilidades, mas o que for possível de forma diplomática", disse Bolsonaro, segundo tradutor da emissora.

A entrevista foi ao ar com tradução simultânea, e em alguns trechos não foi possível ouvir o que o presidente respondeu. Bolsonaro disse que o Brasil é o país mais interessado em pôr fim ao governo de Nicolás Maduro.

O presidente afirmou que o governo brasileiro está alinhado ao de Trump. "Hoje temos nova ideologia,…

Erdogan afirma que exército turco pode entrar no centro de Afrin 'em qualquer momento'

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que o centro da cidade síria de Afrin está cercado e que as Forças Armadas do país podem entrar lá em qualquer momento.


Sputnik

"Nosso alvo é Afrin… No total, 3.171 [militantes] foram eliminados. O centro de Afrin está cercado. Podemos entrar em qualquer momento", disse o líder turco, citado pelo canal Haberturk.


Praça central da cidade síria de Afrin (foto de arquivo)
Praça central de Afrin © Sputnik/ Mikhail Alaeddin

Mais cedo, o chefe da chancelaria turca, Mevlut Cavusoglu, assegurou que a operação em Afrin seria concluída até o mês de maio.

O Estado-Maior das Forças Armadas da Turquia anunciou em 20 de janeiro o início da operação Ramo de Oliveira contra os agrupamentos curdos na província síria de Afrin. Junto com as forças turcas, da campanha participam os militantes do grupo de oposição sírio Exército Livre da Síria.

Damasco condenou expressamente as ações turcas em Afrin, frisando que este território é parte integrante da Síria. Moscou, por sua vez, apelou a todas as partes que atuem com moderação e respeito pela integridade territorial do país árabe.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas