Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Expansão da OTAN na Europa é uma 'relíquia da Guerra Fria', diz Putin

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse em entrevista à imprensa sérvia publicada nesta quarta-feira (horário local) que a Rússia não quer uma nova corrida armamentista.
Sputnik

"Não vamos fechar os olhos ao desdobramento de mísseis de cruzeiro dos EUA [na Europa] e sua ameaça direta à nossa segurança. Teremos que tomar medidas eficazes de retaliação. Mas como país responsável e sensato, a Rússia não está interessada em uma nova corrida armamentista", afirmou.


Segundo o presidente russo, Moscou enviou em dezembro a Washington algumas propostas sobre a manutenção do Tratado INF. Além disso, Putin destacou que a Rússia está pronta para um diálogo sério com os Estados Unidos sobre toda a agenda estratégica.

No entanto, os Estados Unidos parecem ter uma política de "desmantelamento" em relação ao controle global de armas, acrescentou o presidente russo.

Durante a entrevista aos meios de comunicação sérvios, Putin também instou os parceiros ocidentais a estabelecer um …

Erdogan rebate críticas da OTAN por compra de armamento russo

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, atacou a OTAN nesta terça-feira (6) pela reação negativa da aliança militar diante da compra do sistema de defesa antimíssil russo S-400 por Ancara.


Sputnik

"Deixe que aqueles que nos criticam por comprar o S-400 para combater o terrorismo olhem para si mesmos. Por que eles estão em silêncio sobre o S-300 que a Grécia tem? E eles nos dizem que este é um passo errado. Que tipo de aliança, que tipo de solidariedade é essa? Isso poderia funcionar, mas não conosco", disse Erdogan em discurso no parlamento.


Recep Tayyip Erdogan, presidente de Turquía
Recep Tayyip Erdogan © REUTERS/ Osman Orsal

Em dezembro, Ancara e Moscou chegaram a acordo para a compra de quatro S-400 por US$ 2,5 bilhões (R$ 8,7 bilhões). A primeira unidade do sistema de defesa antimíssil deverá ser entregue ao Exército da Turquia no primeiro trimestre de 2020.

A compra de armamento russo foi alvo de críticas da OTAN. A vice-secretária-geral da aliança militar, Rose Gottemoeller, disse que o S-400 não se integra com os sistemas de defesa de outros membros. Já o presidente do Comitê Militar da OTAN Petr Pavel afirmou que embora as nações tenham soberania para tomar decisões, elas também são "soberanas para enfrentar as consequências dessa decisão".

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas