Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Quem vai receber 'resposta esmagadora' do Irã pelo atentado em Ahvaz?

No sábado (22), militantes armados abriram fogo contra uma parada militar na cidade de Ahvaz, matando 29 pessoas e ferindo outras 60. O Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, que perdeu 12 de seus militares no atentado, prometeu que o Irã daria uma "resposta esmagadora" aos envolvidos no ataque. Mas de quem Teerã irá se vingar?
Sputnik

A responsabilidade pelo atentado foi assumida pelo Movimento Democrático Patriótico Árabe de Ahvaz (Al-Ahvazia), ligado à Arábia Saudita.

O líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, comentando a tragédia, afirmou que os atacantes receberam dinheiro da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos e que tinham sido apoiados pelos EUA.

Ex-chefe do Conselho de Cultura da administração presidencial iraniana, doutor Abbas Amirifar, acredita que por trás do ataque em Ahvaz estão países do Ocidente que "têm uma atitude hostil perante o Irã".

"Vale destacar que os terroristas que disseram estar envolvidos no atentado instalaram-se no Oc…

Erdogan rebate críticas da OTAN por compra de armamento russo

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, atacou a OTAN nesta terça-feira (6) pela reação negativa da aliança militar diante da compra do sistema de defesa antimíssil russo S-400 por Ancara.


Sputnik

"Deixe que aqueles que nos criticam por comprar o S-400 para combater o terrorismo olhem para si mesmos. Por que eles estão em silêncio sobre o S-300 que a Grécia tem? E eles nos dizem que este é um passo errado. Que tipo de aliança, que tipo de solidariedade é essa? Isso poderia funcionar, mas não conosco", disse Erdogan em discurso no parlamento.


Recep Tayyip Erdogan, presidente de Turquía
Recep Tayyip Erdogan © REUTERS/ Osman Orsal

Em dezembro, Ancara e Moscou chegaram a acordo para a compra de quatro S-400 por US$ 2,5 bilhões (R$ 8,7 bilhões). A primeira unidade do sistema de defesa antimíssil deverá ser entregue ao Exército da Turquia no primeiro trimestre de 2020.

A compra de armamento russo foi alvo de críticas da OTAN. A vice-secretária-geral da aliança militar, Rose Gottemoeller, disse que o S-400 não se integra com os sistemas de defesa de outros membros. Já o presidente do Comitê Militar da OTAN Petr Pavel afirmou que embora as nações tenham soberania para tomar decisões, elas também são "soberanas para enfrentar as consequências dessa decisão".

Postar um comentário

Postagens mais visitadas