Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

VÍDEO mostra fragata norueguesa afundando, tendo colidido após manobras da OTAN

A mídia divulgou novos vídeo e fotos da fragata norueguesa KMN Helge Ingstad, que colidiu com o navio petroleiro Sola TS junto à costa norueguesa em circunstâncias desconhecidas ao regressar das manobras da OTAN.
Sputnik

A fragata ficou com um grande rombo a estibordo atravessando a linha de água, sete marinheiros ficaram feridos. A tripulação abandonou o navio acidentado, que depois foi rebocado para águas menos profundas para evitar seu afundamento total.


Uns dias após o acidente (8), a fragata continua parcialmente acima da superfície da água, mas está completamente assente no fundo. Mais de 10 toneladas de combustível para helicópteros vazou para o mar.

Até o momento, não há nenhumas informações sobre o estado do armamento a bordo, incluindo mísseis de cruzeiro e antiaéreos, torpedos e artilharia.

O petroleiro Sola TS, por sua parte, não sofreu nenhum dano durante a colisão.

As razões do incidente estão sendo investigadas. Entre as possíveis causas estão a navegação da fragata em reg…

Especialista militar fala sobre 'arma perfeita russa'

Novas armas hipersônicas Kinzhal (Pinhal em russo) podem ser consideradas como a "arma perfeita" e representam um avanço notável na história da arte da guerra, declarou o especialista militar Aleksei Podberezkin.


Sputnik

No seu discurso anual perante a Assembleia Federal (parlamento bicameral russo), o presidente russo Vladimir Putin afirmou que o novo sistema de mísseis hipersônicos para aviação Kinzhal já foi testado e entregue ao exército no sul do país.


Teste do novo sistema de mísseis hipersônicos para aviação Kinzhal
Míssil hipersônico russo Kinzhal lançado por um Mig 31 | Reprodução

As caraterísticas técnicas inéditas do avião portador permitem transportar o míssil ao ponto de lançamento em poucos minutos, enquanto a velocidade do míssil é dez vezes maior que a velocidade do som e ele manobra em toda trajetória do voo.

"É um sistema de alta precisão que pode destruir qualquer alvo bem protegido em qualquer território, a qualquer distância: desde um lançador a um centro de comando. É uma espécie de arma perfeita", explicou Podberezkin à Sputnik.

Segundo ele, esse sistema tem uma precisão e eficácia nunca antes vistas.

"É difícil prever as consequências de seu uso, porque no campo militar nunca antes foram desenvolvidas tecnologias tão avançadas e ainda não há meios para combatê-las", afirmou o especialista.

De acordo com ele, o novo sistema fará com que os sistemas de defesa antimísseis criados pelos EUA se tornem inúteis.

"Nem THAAD, nem Patriot, nem Aegis serão capazes de proteger desse sistema", concluiu o especialista.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas