Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

'Estamos indefesos': americanos admitem supremacia de armas hipersônicas russas

Militares e congressistas norte-americanos acreditam que a Rússia e a China superam os EUA no que diz respeito às armas hipersônicas, informa o jornal The Hill.


Sputnik

"Neste momento, estamos indefesos", disse James Inhofe, membro do Comitê de Serviços Armados do Senado dos EUA, citado pela edição.


Míssil russo Avangard
Míssil russo Avangard © Foto: Ministério da Defesa da Rússia

Funcionário do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS) e especialista em defesa antiaérea, Thomas Karako também concordou que os EUA estão atrás da Rússia e da China nesta esfera.

"A razão é que os Estados Unidos não têm feito nada que se aproxime, tanto para desenvolvimento de nossas próprias capacidades, como para desenvolver sensores e sistemas necessários para abater os deles [sistemas da Rússia e China]", comentou o especialista.

Anteriormente, o chefe do Comando Estratégico dos EUA, John Hyten, reconheceu que o seu país não tem nada que possa contrapor às armas hipersônicas russas.

Em 1º de março, o presidente russo Vladimir Putin, durante seu discurso perante a Assembleia Federal, apresentou novas armas que não possuem análogos no mundo, incluindo armas hipersônicas. Assim, o sistema de mísseis Avangard é capaz de voar nas camadas densas da atmosfera com alcance intercontinental superando 20 vezes a velocidade do som.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas