Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

'Estamos indefesos': americanos admitem supremacia de armas hipersônicas russas

Militares e congressistas norte-americanos acreditam que a Rússia e a China superam os EUA no que diz respeito às armas hipersônicas, informa o jornal The Hill.


Sputnik

"Neste momento, estamos indefesos", disse James Inhofe, membro do Comitê de Serviços Armados do Senado dos EUA, citado pela edição.


Míssil russo Avangard
Míssil russo Avangard © Foto: Ministério da Defesa da Rússia

Funcionário do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS) e especialista em defesa antiaérea, Thomas Karako também concordou que os EUA estão atrás da Rússia e da China nesta esfera.

"A razão é que os Estados Unidos não têm feito nada que se aproxime, tanto para desenvolvimento de nossas próprias capacidades, como para desenvolver sensores e sistemas necessários para abater os deles [sistemas da Rússia e China]", comentou o especialista.

Anteriormente, o chefe do Comando Estratégico dos EUA, John Hyten, reconheceu que o seu país não tem nada que possa contrapor às armas hipersônicas russas.

Em 1º de março, o presidente russo Vladimir Putin, durante seu discurso perante a Assembleia Federal, apresentou novas armas que não possuem análogos no mundo, incluindo armas hipersônicas. Assim, o sistema de mísseis Avangard é capaz de voar nas camadas densas da atmosfera com alcance intercontinental superando 20 vezes a velocidade do som.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas