Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

EUA, Reino Unido, França e Alemanha condenam ataque contra ex-espião russo

Em comunicado conjunto, líderes afirmam que é a primeira vez que ataque com agente nervoso é registrado na Europa desde a Segunda Guerra.


Por G1


Um comunicado conjunto lançado nesta quinta-feira (15) pelo Reino Unido, juntamente com seus aliados Estados Unidos, França e Alemanha, condenou o ataque contra um ex-espião russo e sua filha na Inglaterra.

Imagem relacionada
Donald Trump, Theresa May, Emmanuel Macron e Angela Merkel | Reprodução

O texto, assinado por Theresa May, Donald Trump, Angela Merkel e Emmanuel Macron foi divulgado por Downing Street e afirma que o ataque - usando um agente nervoso - é o primeiro desse tipo em solo Europeu desde a Segunda Guerra Mundial.

Citado pelo jornal inglês "Guardian", o incidente é uma "agressão à soberania do Reino Unido" e também configura um desrespeito às leis internacionais que proibem o uso de armas químicas.

O texto também reforça a postura britânica, de que a Rússia foi responsável pelo ataque.

Envenenamento

Sergei Skripal, de 66 anos, e sua filha Yulia, de 33 anos, foram contaminados por um agente nervoso na cidade britânica de Salisbury, em 4 de março. Eles foram encontrados inconscientes em um banco da catedral da cidade e foram levados ao hospital, onde estão internados em estado crítico. O caso está sendo tratado como tentativa de homicídio.

Skripal traiu dezenas de agentes russos para a inteligência britânica antes de ser preso, em Moscou, em 2004. Ele foi sentenciado a 13 anos de prisão, em 2006, e em 2010 recebeu refúgio do Reino Unido, após ser trocado por espiões russos.

Um policial britânico que foi um dos primeiros a atender Skripal também foi afetado pelo agente nervoso. Ele está consciente, em situação séria, mas estável, de acordo com a polícia.

Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas