Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Exército sírio declara como libertados todas as cidades e povoados de Ghouta Oriental

Exército sírio declara como libertados todas as cidades e povoados de Ghouta Oriental


Sputnik

O comando das Forças Armadas da Síria informou neste sábado que já possui o controle de todos os territórios de Ghouta Oriental, incluindo dos assentamentos.


Soldados sírios em Ghouta (foto de arquivo)
Militares sírios em Ghouta Oriental © Sputnik/ Andrey Stenin

"Após uma série de batalhas e operações militares cuidadosamente planejadas e conduzidas por nossas forças armadas e aliadas, o controle sobre todas as cidades e assentamentos de Ghouta Oriental, subúrbio de Damasco, foi retomado", informaram os militares através de um comunicado oficial, explicando que a capital do país está segura, assim como seus principais acessos.

Mais cedo, uma fonte militar disse à Sputnik que tropas governamentais foram enviadas às cidades liberadas de Irbin, Jobar, Zamalka e Ain Terma para verificar a existência de minas terrestres nessas localidades. Em Ain Terma, segundo a fonte, teria sido encontrado um grande deposito de armas e munições pertencente aos militantes derrotados.

Ainda de acordo com esse representante das Forças Armadas, o último comboio, formado por 65 ônibus, está sendo preparado para evacuar 2.935 pessoas dessas cidades mencionadas, incluindo cerca de mil militantes, para Idlib.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas