Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial americano joga culpa para Israel pelo ataque às forças sírias

No domingo (17), a mídia síria relatou ataque ao povoado sírio Al-Harra, província de Deir ez-Zor, na fronteira com o Iraque, supostamente realizado pela coalizão internacional, liderada pelos EUA, tendo como alvo forças governamentais. Porém, um oficial americano culpou Israel pelo ataque.
Sputnik

Anteriormente, uma fonte militar relatou à mídia síria que drones "provavelmente americanos" bombardearam Al-Harra, entre Abu Kamal e Al-Tanf.

Segundo dados das Forças de Mobilização Popular iraquianas, o ataque matou 22 soldados iraquianos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, disse que o número total de vítimas corresponde a 52 pessoas, citado pelo Haaretz.

"Entre [os mortos] estão ao menos 30 militares iraquianos e 16 sírios, incluindo soldados e membros da milícia leal ao governo", afirmou à mídia o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Comentando a notícia, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Adrian Rankine-Galloway, descartou que W…

Explosão em Cabul deixa pelo menos dez mortos

Pelo menos dez pessoas foram mortas e 18 outras feridas em um atentado com bomba perto de uma mesquita xiita na capital do Afeganistão, Cabul.


Pars Today

As vítimas foram causadas depois que um atacante, que havia sido parado em um ponto de controle de segurança nas proximidades, desencadeou um dispositivo explosivo que ele carregava, disse Nasrat Rahimi, porta-voz do vice-ministro do Interior.


Explosão em Cabul deixa pelo menos dez mortos
Explosão em Cabul, Afeganistão | Reprodução

Rahimi disse que o agressor aparentemente procurou atingir multidões compreendendo membros da comunidade do xiita Hazara no Afeganistão. Eles se reuniram para comemorar Abdul Ali Mazari, um líder político de Hazara, morto pelo grupo militante talibã em 1995.

A comunidade Hazara, a mais pobre dos grupos étnicos do país, representa cerca de 22 por cento da população do Afeganistão.

Seus membros foram alvo em vários seqüestros em grande escala e assassinatos em todo o Afeganistão no passado, provocando manifestações e assentos em Cabul e em outros lugares.

O grupo terrorista Daesh assumiu, a autoria do ataque suicida contra a minoria xiita Hazara ocorrido no oeste de Cabul (Afeganistão), e que causou a morte de pelo menos 10 pessoas e feriu outras 18.

Irã condena explosão terrorista em Cabul

O porta-voz do Ministério do Exterior iraniano condena explosão suicida em Cabul.

Em sua mensagem, Bahram Qasemi simpatizou com o governo afegão, as pessoas e as famílias de vítimas vítimas de lamentação.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas