Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Explosão no norte da Síria deixa pelo menos 7 mortos e 25 feridos

Pelo menos sete pessoas morreram neste sábado e 25 ficaram feridas por uma explosão produzida, aparentemente, por um carro-bomba na cidade noroeste de Idlib, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.


EFE

A fonte detalhou que entre os mortos há duas mulheres e que o número de vítimas pode aumentar porque alguns feridos estão em estado grave.


Resultado de imagem para explosão norte siria
Reuters

O explosão foi registrada perto da sede do denominado "Governo de salvação nacional", declarado por facções opositoras sírias em novembro, e causou danos materiais no local.

Quase toda a província de Idlib está sob o controle do Organização de Libertação do Levante, a aliança da ex-filial síria da Al Qaeda, e outras facções islamitas.

O "Governo de salvação nacional", estabelecido em áreas das províncias de Idlib, Aleppo (norte) e Hama (centro), não tem relação com essa organização radical.

Também não está vinculado ao Governo interino da oposição, com sede na Turquia e ligado à Coalizão Nacional a Síria (CNFROS), a principal aliança política opositora.

A explosão de hoje coincide com a evacuação de combatentes e civis da população de Harasta, nos arredores de Damasco, que se dirigem de ônibus para Idlib, após um acordo entre a facção islamita o Movimento Islâmico dos Livres de Sham e as autoridades sírias.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas