Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por meio do Egito, Hamas pede a Israel que cesse fogo na Faixa de Gaza

O movimento Hamas pediu a Israel que cesse fogo por meio da mediação egípcia e prometeu interromper os confrontos na fronteira como parte do acordo, disse uma fonte política israelense à Sputnik.
Sputnik

"O Hamas teve um grande golpe ontem e o movimento pediu um cessar-fogo através do Egito, prometendo interromper o 'terror incendiário e nas cercas fronteiriças'", disse a fonte.

Segundo a mesma pessoa, Israel considera o Egito como fiador da implementação do cessar-fogo.

"Os egípcios são os garantidores nesta questão, mas em qualquer caso, o desenvolvimento da situação dependerá de ações reais. Se o Hamas violar o cessar-fogo, pagará um preço ainda maior", acrescentou a fonte.

Esses arranjos foram alcançados após bombardeios maciços das instalações do Hamas no enclave, que se seguiram ao assassinato de um soldado israelense na sexta-feira.

Este foi o segundo cessar-fogo entre Israel e o Hamas, coordenado pelo Egito nas últimas duas semanas. No último sábado, a Fo…

França anunciará medidas por caso de ex-espião russo nos próximos dias

O presidente da França, Emmanuel Macron, garantiu nesta quinta-feira que anunciará medidas "nos próximos dias" em resposta ao caso do ex-espião russo envenenado no Reino Unido.


EFE

Paris - Em entrevista à imprensa no centro da França, Macron condenou o ocorrido com o ex-espião e sua filha e insistiu que "tudo leva a crer que a responsabilidade é da Rússia".


Emmanuel Macron em foto de 10 de março. EFE/EPA/Harish Tyagi
Emmanuel Macron em foto de 10 de março. EFE/EPA/Harish Tyagi

Após ser atualizado sobre o andamento das investigações por parte da primeira-ministra britânica, Theresa May, o Palácio do Eliseu (sede da presidência francesa) comunicou esta manhã que chegou à mesma conclusão do Reino Unido sobre a responsabilidade russa e afirmou que "não há outra explicação plausível".

Macron explicou que os serviços franceses colaboraram com os britânicos na investigação e "confirmam" a tese britânica.

O presidente aproveitará a visita amanhã da chanceler alemã, Angela Merkel, ao Palácio do Eliseu para conversar com ela sobre os últimos detalhes do caso.

Macron, que participará do Fórum Econômico de São Petersburgo, na Rússia, nos dias 24 e 25 de maio, não indicou se as medidas afetarão diretamente a Rússia.

O francês se juntou a May na denúncia de que "qualquer uso de armas químicas" não deve "ficar impune" e lembrou "a importância do pleno respeito às convenções internacionais".

França e Reino Unido insistiram na "importância da unidade europeia e transatlântica em resposta a este fato", pelo qual o ex-espião russo Skirpal, de 66 anos, e sua filha Yulia, de 33, continuam internados em estado crítico em um hospital de Salisbury, no centro da Inglaterra.

May anunciou ontem sanções contra a Rússia, entre elas, a expulsão de 23 diplomatas russos e o congelamento dos contatos bilaterais com Moscou.

A Rússia considerou hoje as sanções uma "provocação grosseira e sem precedentes", e prometeu aplicar medidas contra o Reino Unido.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas