Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China desenvolve 2 novos bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, diz inteligência americana

A Força Aérea da China, que já tem dois caças furtivos, está trabalhando em dois novos projetos de aviões furtivos de médio e longo alcance, informou um relatório da inteligência militar dos EUA.
Sputnik

Os fabricantes de aviões chineses estão envolvidos em dois projetos de bombardeiros furtivos ao mesmo tempo, informou a edição Aviation Week, citando um relatório da Agência de Inteligência do Departamento de Defesa dos EUA.


A existência de um desses projetos, H-20 ou H-X, foi confirmada pela Força Aérea Chinesa em 2017. Entretanto, não foi divulgada nenhuma informação confiável sobre o segundo projeto.

De acordo com o Pentágono, o segundo projeto, designado JH-XX, envolve o desenvolvimento de um caça-bombardeiro de médio alcance. O avião será equipado com radar AESA, mísseis ar-ar e mísseis ar-terra. Os especialistas em inteligência militar estadunidense acreditam que essa aeronave entrará em serviço da Força Aérea chinesa não antes de 2025.

No desenvolvimento desses novos aviões de comba…

Israel diz que impedirá construção de fábricas de mísseis iranianos na Síria e no Líbano

Tel Aviv não deixará o Irã desenvolver ou construir fábricas para a produção de mísseis na Síria ou no Líbano, uma vez que esses projéteis poderiam ser usados contra Israel, segundo afirmou nesta terça-feira o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, em visita a Washington.


Sputnik

"Além de mover seu Exército, sua Força Aérea e sua Marinha para a Síria, a fim de atacar Israel de mais perto, ele [o Irã] também está querendo desenvolver e construir fábricas de mísseis guiados de precisão na Síria e no Líbano, contra Israel. Eu não vou deixar isso acontecer", afirmou Netanyahu durante a Conferência de Políticas do Comitê Americano-Israelense de Assuntos Públicos.


Caminhão militar levando míssil iraniano Sejil durante desfile militar realizado em Teerã em 2016
Transporte do míssil iraniano Sejil © AFP 2018/ CHAVOSH HOMAVANDI / AFP

Na última semana, a mídia dos Estados Unidos relatou que recentes fotos de satélite demonstraram que Teerã teria construído uma base perto da capital síria, Damasco, de onde possíveis mísseis de curto e médio alcances poderiam atingir o Estado de Israel.

O Irã tem apoiado o governo sírio na luta contra grupos terroristas ao longo dos sangrentos conflitos que se arrastam na Síria desde 2011. Como parte desse apoio, Teerã enviou diversos conselheiros militares para o país com o objetivo de treinar as tropas leais a Damasco. No entanto, Israel, outra potência militar da região, considera as atividades iranianas uma ameaça à sua segurança.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas