Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Liga Árabe exige à Turquia que retire as suas forças do Iraque

Organização pan-árabe defende que a retirada ocorra 'sem condições'


Pars Today

O Conselho da Liga Árabe exigiu nesta quarta-feira (7) à Turquia que retire imediatamente as "suas forças" do Iraque, por considerar que representam uma "violação da soberania iraquiana" e uma "ameaça à segurança nacional árabe".


Resultado de imagem para turquia iraque
Militares da Turquia patrulham região próxima à fronteira com o Iraque, onde rebeldes curdos lançaram série de ataques | Reprodução

A organização pan-árabe pede à Turquia que "não intervenha nos assuntos iraquianos e que suspenda esses atos provocadores, que prejudicam a confiança e ameaçam a estabilidade na região" do Médio Oriente.

Defende ainda que a retirada das tropas turcas deve ser feita "sem condições".

O exército turco tem em curso uma operação aérea no norte do Iraque, em zonas de fronteira com a Turquia.

Segundo Ancara, a operação tem como alvo militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK, proibido na Turquia e que combate o Estado turco desde 1984).

A força aérea turca bombardeia, quase todas as semanas, posições de retaguarda do PKK no montanhoso norte do Iraque, geralmente num raio de cerca de 50 quilômetros da fronteira.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas